Notícias

Arrecadação da CFEM cai 42% no primeiro trimestre

Por Susy Laguardia O valor da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) arrecadado no primeiro trimestre deste ano é quase a metade do valor arrecadado no mesmo período …

Por Susy Laguardia

O valor da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) arrecadado no primeiro trimestre deste ano é quase a metade do valor arrecadado no mesmo período do ano passado, de acordo com dados divulgados pelo Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM). Foram R$ 486,9 milhões nos três primeiros meses de 2014 contra R$ 836,2 milhões no primeiro trimestre de 2013, uma queda de 42,13%.

Pilha de minério de ferroA maior diferença acontece na comparação dos meses de janeiro. No ano passado, o primeiro mês do ano foi responsável pela arrecadação de R$ 413,5 milhões, quase o mesmo valor do primeiro trimestre somado deste ano, enquanto que em janeiro de 2013, a arrecadação foi de apenas R$ 160,7 milhões, ou seja, uma queda de 61,17%.

Na comparação dos meses de fevereiro, a retração foi de 42,39%. Enquanto que o segundo mês de 2013 conseguiu acumular R$ 299 milhões em CFEM, o mesmo mês de 2014 arrecadou R$ 172,2 milhões.

Apenas o mês de março apresentou aumento nos valores. Em 2013 o terceiro mês do ano registrou receita de CFEM de R$ 123,6 milhões. Em 2014, a arrecadação foi de R$ 153,9 milhões, um aumento de R$ 24,43%.

No primeiro trimestre deste ano, Minas Gerais foi o Estado que mais recolheu CFEM, com R$ 299 milhões. O Pará está em segundo lugar na arrecadação, com R$ 161,4 milhões. A situação se inverte quando comparada a arrecadação dos dois Estados no mesmo período do ano passado.

Em 2013, no primeiro trimestre, o Pará estava em primeiro lugar na lista de arrecadação da CFEM, com R$ 438 milhões, enquanto Minas Gerais recolheu R$ 310,6 milhões.

Na lista dos que mais contribuíram com a CFEM no primeiro trimestre deste ano, logo depois de Minas Gerais e Pará, seguem São Paulo, com R$ 18,94 milhões; Goiás, com R$ 16,68 milhões; e Bahia, com R$ 10,31 milhões.

Deixe seu comentário