Apesar do apoio da torcida, Remo perde para o Náutico e a invencibilidade na Série D, mas segue na liderança do Grupo A1

Por Fábio Relvas – Da Redação O Clube do Remo conheceu a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro da Série D. O Leão Azul perdeu para o Náutico-RR, por 3 …

Por Fábio Relvas – Da Redação

O Clube do Remo conheceu a sua primeira derrota no Campeonato Brasileiro da Série D. O Leão Azul perdeu para o Náutico-RR, por 3 a 2, na noite desta segunda-feira (17), no estádio Ribeirão, em Roraima. Washington duas vezes e Thiago marcaram os gols da equipe do Náutico, enquanto que Rafael Paty e Eduardo Ramos assinalaram para o Remo. A partida foi válida pela sexta rodada do Grupo A1 da competição. Apesar da derrota os azulinos seguem na liderança com 10 pontos conquistados.

A partida: Remo perde a invencibilidade

Nos primeiros segundos de jogo o Remo quase abriu o placar quando Levy disparou um chutaço de fora da área, o goleiro Stanley espalmou para escanteio. Como o Leão foi e não fez, o Náutico foi e marcou. Logo aos cinco minutos, Luiz Felipe tentou o chute e pegou mal, mas a bola foi na cabeça de Washington que desviou e matou toda a zaga e o goleiro Fernando Henrique, 1 a 0. 

Torcida do Remo em Roraima

Apesar de ter levado o gol, o Remo seguia bem melhor em campo. Em um lance, Rafael Paty recebeu dentro da área e girou, mas na hora de finalizar deixou a bola escapar e o goleiro Stanley saiu para defender. Anderson Peixe quase entregou o empate ao Leão, depois que recuou de cabeça para Stanley, Ilaílson ainda chegou a tocar na bola, mas o goleiro conseguiu fazer uma defesa arrojada.

O Remo era só pressão. Após bola levantada na área, Rafael Paty subiu bem de cabeça e Stanley salvou mais uma vez o time alvirrubro de Roraima. De novo o Leão, agora o meia Juninho cruzou da direita e o goleiro Stanley se antecipou e salvou antes da chegada de Rafael Paty. Em outra jogada de ataque, Juninho cruzou mais uma vez rasteiro e Eduardo Ramos não alcançou a bola.

O gol do Leão não demorou a sair. Eduardo Ramos fez grande jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para a chegada de Chicão, que tentou o chute, a zaga não cortou e bola sobrou para o oportunista Rafael Paty que não perdoou e deixou tudo igual, 1 a 1, aos 34 minutos. Mas o Náutico achou mais um gol aos 37 minutos, quando Luiz Felipe cruzou da direita, o volante Leandro Santos falhou ao furar a bola e Washington sozinho só fez empurrar para o fundo da meta azulina, 2 a 1.

Eduardo Ramos em mais um lance individual, conseguiu se livrar da marcação de dois adversários, mas foi desarmado por Wandão. No último lance do primeiro tempo, Juninho cobrou escanteio da direita e o zagueiro Max testou firme, a bola passou tirando a tinta da trave. O segundo tempo começou igual ao primeiro, com o Remo em cima. Eduardo Ramos teve a primeira chance quando chutou forte para a boa defesa de Stanley.

Náutico x Remo times em campo (1)

Quem não faz leva. Em uma falha do zagueiro Max, que perdeu na corrida para Thiago, o jogador do Náutico ficou de frente com Fernando Henrique e fuzilou para o fundo do gol, 3 a 1, aos nove minutos. O Leão seguia tentando. Juninho cobrou uma falta na trave e na sobra o zagueiro Henrique e o atacante Léo Paraíba se atrapalharam e perderam uma chance inacreditável, sem goleiro.

E mais Remo. Eduardo Ramos pegou uma sobra de fora da área e a bola foi por cima. Léo Paraíba também tentou de longe, depois de se livrar bem da marcação, mas a bola passou para fora. O Leão alçou bola na área e Aleílson tentou de cabeça, mas mandou por cima. Eduardo Ramos mandou um chutaço de fora da área, o goleiro Stanley fez uma defesaça e mandou para escanteio. Os jogadores do Náutico começaram a fazer a famosa “cera” e três deles desabaram em campo e pediram atendimento, mas todos acabaram permanecendo no jogo. Aleílson ganhou jogada pela esquerda e rolou para a chegada de Eduardo Ramos, que bateu forte por cima da meta de Stanley. No lance seguinte, Aleílson foi derrubado pelo goleiro Stanley dentro da área e o árbitro marcou pênalti para o Remo. Eduardo Ramos cobrou no canto direito e diminuiu o placar para 3 a 2, aos 48 minutos.  Placar final: Náutico 3 x 2 Remo.

FICHA TÉCNICA

NÁUTICO: Stanley; Luiz Felipe, Elton, Jhonatan e Anderson Peixe; Wandão, Dudé e Heitor; Washington, Ryan (Igor) e Thiago (Boi). Técnico: Marcelo Pereira

REMO: Fernando Henrique; Levy, Max, Henrique e Rodrigo Soares; Leandro Santos, Ilaílson (Léo Paraíba), Chicão e Juninho (Aleílson); Eduardo Ramos e Rafael Paty (Welthon). Técnico: Cacaio.


Árbitro
: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Assistentes: Geison Mendes dos Santos (MA) e Nilton Pereira da Silva (RR)

Quarto árbitro: Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM)

Cartões amarelos: Heitor e Wandão (Náutico); Ilaílson e Rodrigo Soares (Remo)

Local: Estádio Ribeirão, em Roraima

Deixe seu comentário