APAE comemora três anos em Canaã dos Carajás

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Já são três anos de existência, lutas e grandes conquistas da Associação Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Canaã dos Carajás. O aniversário foi comemorado na sede da entidade, na tarde desta quinta-feira (22), e contou com a presença de alunos, pais e voluntários. Um bolo homenageando a instituição de caridade foi cortado por Dona Maria, a primeira mãe a ser atendida pela entidade. Em uma oração emocionada, a mãe agradeceu o trabalho da APAE e foi quem recebeu o primeiro pedaço de bolo.

No ano passado, a instituição ganhou, através de emenda parlamentar do vereador Dionísio Coutinho, um veículo para atender à demanda por transporte. Já no início deste mês, a APAE assinou, com a Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, um convênio no valor de R$ 15 mil mensais, o que totalizará, ao fim do ano, R$ 180 mil. Na ocasião, a presidente Andreia Santos afirmou que o convênio é um sonho realizado e que a entidade lutaria para construir, ainda este ano, o seu prédio próprio.

Na tarde de comemoração, Andreia falou: “O coração bate forte neste momento, já até me emocionei ainda há pouco. A APAE vem crescendo e a nossa demanda também: nós estamos fazendo um trabalho junto a essas pessoas especiais, com o apoio da comunidade. Todo mundo é bem-vindo e todo mundo deve vestir a camisa da APAE para que possamos dar qualidade de vida a essas crianças. Hoje nós recebemos mais três voluntários que vieram de Marabá para nos ajudar, e nós necessitamos ainda mais disso; qualquer um pode participar, este trabalho é muito importante.”

IMG_2570

Gladis Freitas, coordenadora da instituição na cidade, também falou sobre a data: “Esse é um dia de muita alegria. Apesar de todas as dificuldades, hoje a gente está bem melhor do que antes: hoje temos voluntários também abraçando a causa.” A coordenadora também lembrou que, apesar das conquistas, ainda há muito o que se fazer no município: “Ainda não conseguimos atender todas as crianças especiais da cidade; ainda não temos estrutura para isso. Queremos atender 50 crianças este ano. Temos três técnicas trabalhando, mas ainda não supre toda a demanda da cidade. Vamos continuar na busca de mais conquistas.”

De forma entusiasmada, voluntários, pais e alunos cantaram os parabéns para a instituição. Logo após o cântico, todos puderam se servir do delicioso bolo preparado para a data. Sabendo das grandes conquistas que ainda estão por vir, o trabalho da instituição continua. A certeza é que os “anjos enviados por Deus”, como definiu Dona Maria, estão bem amparados com o belíssimo trabalho prestado por estes voluntários.

Publicidade