Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Agência do Banco Bradesco sofre tentativa de roubo em Jacundá

Os ladrões chegaram a entrar no prédio, mas o alarme tocou e a PM não tardou a chegar. Um bandido foi preso em um automóvel e a polícia encontrou todo o ferramental que seria empregado no roubo

Ação da Polícia Militar de Jacundá conseguiu frustrar um roubo à agência do banco Bradesco durante a madrugada desta quarta-feira (8), após um grupo de assaltantes ter conseguido entrar no prédio. O alarme disparou e os policias prenderam um dos envolvidos com diversos equipamentos e ferramentas. À Reportagem, o comandante da 18ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar), major Fábio Rayol, explicou que era por volta de 3h da madrugada quando foi acionado pela Central de Monitoramento do Bradesco sobre o disparo do alarme. “Imediatamente acionamos duas viaturas sob o comando do tenente S. Cruz para averiguar a situação, onde foi constatado o arrombamento”.

No telhado do edifício os policiais encontraram um cilindro de gás e mais duas bolsas contendo várias ferramentas. O gerente do banco foi comunicado sobre o fato e compareceu à agência para abri-la. “Fizemos um levantamento preliminar internamente e constatamos que os infratores não conseguiram ter acesso aos cofres e fugiram possivelmente quando o alarme disparou, sem levar dinheiro”.

Próximo da agência, os militares detiveram o motorista Francisco de Assis Gonçalves Pereira, que estava em um automóvel Citroen C3, de placas PUB-4681 de Fortaleza (CE). Com ele diversas ferramentas. Aos policiais, o suspeito disse que o grupo era composto por três homens e o restante estaria em um hotel da cidade. No hotel não havia registro dos hospedes, o que impossibilitou a identificação do grupo.

Veja também:  Figuras carimbadas vão parar atrás das grades minutos depois de cometer assalto

Mas, um fato intrigou os militares. Após a prisão, o suspeito recebeu uma mensagem por meio do celular, de um homem identificado por Daniel. “Este dizia se ele fosse pego, era para ele dizer que estava no local dormindo e que estava apenas de passagem”.

Francisco de Assis foi conduzido à Delegacia de Polícia Civil de Jacundá com o veículo, equipamentos e ferramentas. Segundo o delegado Sérgio Máximo, o suspeito foi atuado em flagrante. Um inquérito já foi aberto para apurar a situação e a Justiça comunicada sobre o fato. Participaram da prisão o tenente S. Cruz, sargento Vânia e Batista e os cabos Jarmerson, Geovane, Pinheiro e Sena.

MATERIAIS APREENDIDOS

Três extensões de energia elétrica

Um transformador (3000 at)

Dois alicates

Três chaves de fenda

Dois óculos de proteção

Uma marreta

Um martelo demolidor(De Walt)

Uma lixadeira (De Walt)

Uma furadeira (Bosch)

Um arco de pua

Três ponteiras

Três brocas

Uma fonte

Uma antena

 16 Jammer (bloqueador de celular 3g e 4g)

32 discos de lixadeira (intactos)

Uma manta térmica

Quatro bolsas

Um celular (Iphone)

Uma carteira porta cédulas

Três cartões de seque (dois do Bradesco e um do Liber)

Uma CNH

Um CRLV (documento de veículo)

Um veículo Citroën C3 de cor branca (Placa PUB-4681/Fortaleza-CE)

Deixe uma resposta