Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Agosto chegou trazendo o colorido dos ipês para ruas da “Terra Prometida”

As ruas de Canaã ganharam um colorido especial. Quem passa pela principal avenida não pode deixar de parar para admirar o belo quadro pintado pela mãe natureza

Quem tem passado pela Avenida Weyne Cavalcante, em Canaã dos Carajás, nos últimos dias, nota o colorido especial dos ipês. Nesta época do ano, a queda das folhas coincide com o início da floração. Julho se foi, mas deixou uma bela herança. Agosto chegou e trouxe consigo uma estação florada, extravagante, gostosa de ver.

As coisas andam ao ritmo da própria vida, nos seus giros naturais e, de repente, eis que a árvore de outros espaços irrompe no meio do asfalto, interrompe o tempo urbano de semáforos, buzinas e ultrapassagens.

E, senhoras e senhores canaenses e visitantes, abram alas e preparem suas lentes para captar as mais belas imagens, porque, além de lindas, as flores de ipês não precisam de licença e já estão na área. Não há uma rua na cidade que não tenha sido invadida pela formosura dessas árvores, elas estão por todos os lugares, nos galhos ou no chão depois do sopro vento.

Rosas, amarelas, brancas, roxas, não importa a cor quando o assunto é a paisagem que elas proporcionam. Uma vista maravilhosa e inesquecível para pessoas como o Edgar Coelho, um topógrafo que está na cidade a trabalho. “Isso tudo é muito lindo, a gente passa o ano quase todo vendo só a árvore, sem frutos, sem nada, mas nem imagina que em determinada época do ano essa mesma árvore é capaz de deixar a cidade ainda mais bonita”, exclamou.

O nosso País é rico com a presença dos ipês de todas as cores: ipê-amarelo-da-serra, ipê-ouro, ipê-amarelo, ipê-da-serra, ipê, aipê, ipê-branco, ipê-mamono, ipê-mandioca, ipê-pardo, ipê-vacariano, ipê-tabaco, ipê-do-cerrado, ipê-dourado, ipezeiro e pau-d’arco-amarelo. É ipê para todos os gostos. Em cada região do País os ipês são nomeados para facilitar a sua identificação.

E uma curiosidade sobre essas árvores é que elas não respeitam o calendário humano, eles mesmos determinam o próprio tempo para florir e enfeitar o ambiente usando o seu calendário natural da espécie.

A paisagem tende a ficar ainda mais encantadora nas próximas semanas. Já tem gente até planejando aproveitar o colorido das flores para fazer o ensaio de gestante. “Eu fiquei encantada, a minha pequena Sophia já nasce no fim de setembro. Então, nada mais justo que aproveitar essa linda paisagem”, disse Lilian Silva.

Os ipês exercem um fascínio sobre as pessoas pela sua beleza e cada vez mais são escolhidos para serem plantados nas cidades.

Deixe uma resposta