ACIP: continua a luta para que Parauapebas receba vôos comerciais de grandes empresas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Assessoria de Comunicação da ACIP – Associação Comercial e Industrial de Parauapebas – informa que recebeu ofício do Ministério da Defesa, comunicando que, em conjunto com outros órgãos e entidades do governo federal, estão sendo feitos estudos com vistas ao desenvolvimento da chamada “aviação regional”. Os estudos envolvem medidas como a desoneração de ICMS do querosene de aviação (QAV), com sessões patrocinadas, criação de fundo de aval para facilitar a aquisição de aeronaves, entre outras, todas no sentido de viabilizar, economicamente, operações de transporte aéreo em localidades de baixo e médio potencial de tráfego, incentivando a ampliação de vôos no aeroporto de Carajás.

Para tanto, o presidente da ACIP, José Rinaldo, já iniciou vários contatos pessoais, assim como encaminhou diversos ofícios às empresas de aviação civil apresentando o potencial econômico da região e a estrutura aeroportuária de Carajás.

Segundo o presidente Zé Rinaldo, as empresas têm demonstrado grande interesse em criar uma rota por Carajás, mas faz-se necessário, o engajamento maior de outras entidades da sociedade civil, autoridades do governo municipal, Câmara de Vereadores e até mesmo do governo do Estado, através da governadora Ana Júlia, para que possamos ter viabilizado a vinda de grandes empresas da aviação civil para Carajás. Zé Rinaldo salienta ainda que é necessário que se inicie estudos junto à Infraero, para a construção do aeroporto de Parauapebas. “Este será um grande desafio para todo o povo da região”, finaliza o presidente.

acip em ação

Publicidade

Posts relacionados