Vigilância Sanitária fiscaliza comércio em Redenção

Na primeira noite de vistoria, 15 estabelecimentos foram visitados pelos agentes, que continuarão a percorrer a cidade nos próximos dias. Por enquanto, nenhuma irregularidade foi encontrada.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Uma equipe da Vigilância Sanitária de Redenção percorreu vários estabelecimentos comerciais. A fiscalização ocorreu logo após o término do treinamento de manipulação de alimentos oferecido a 60 ambulantes da cidade.

Os trabalhos deram início à ação de fiscalização em comércios do ramo alimentício do município. Os estabelecimentos fiscalizados foram pizzarias, restaurantes, espetos, lanchonetes e churrascarias.

A diretora de Vigilância e Saúde, Makeldes Borges, disse à reportagem do Blog que a ação de fiscalização será frequente no comércio de Redenção. “Esta fiscalização vai continuar nos próximos dias para que nós estejamos garantindo essa qualidade no produto que está sendo servido à população”.

João Paulo, dono de uma churrascaria que passou pela vistoria, parabenizou a equipe de fiscalização e ressaltou que ações como está devem continuar acontecendo. “Parabéns pela iniciativa, parabéns à Secretaria de Vigilância Sanitária pelo trabalho realizado. Só assim temos a garantia de estarmos oferecendo um bom produto aos nossos clientes”.

Anny Caroline de Sousa, que fazia uma refeição na churrascaria no momento da fiscalização, também parabenizou o trabalho da equipe. “Com a Vigilância Sanitária passando pelo local, nos deixa mais tranquila. Isto é a certeza de que o ambiente está nos oferecendo um bom produto higienizado e de boa qualidade. Parabéns à equipe” elogiou a estudante.

A coordenadora em Vigilância Sanitária, Fanny Kelly, informou que os donos dos estabelecimentos em situação irregular serão notificados a comparecer na Secretaria de Vigilância Sanitária para se regularizarem junto ao órgão. Na primeira noite de fiscalização, nada de anormal foi encontrado pelos agentes nos 15 estabelecimentos vistoriados.

Publicidade

Relacionados