TRÊS MIL CONTRATADOS SERÃO DEMITIDOS EM PARAUAPEBAS

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os reflexos da crise mundial já podem ser sentidos no Pará. É o que mostra o mais recente balanço sobre emprego formal no Estado, divulgado nesta terça-feira (16), pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos).

O estudo aponta que nos primeiros dez meses de 2008 (janeiro a outubro), com base em dados oficiais do Ministério do Trabalho, o saldo positivo foi 4,29%. No período foram feitas 236.455 admissões contra 214.455 desligamentos, gerando 22 mil postos de trabalho. Mas o número é menor do que o registrado no mesmo período de 2007, quando foram gerados 28.136 empregos. O crescimento foi de 5,86%.

Em Parauapebas os funcionários que não prestaram concurso público e prestam serviços à PMP, já receberam aviso que os contratos se encerram no próximo dia 27. O ofício da PMP é para funcionários de quase todos os setores do governo e os que prestam serviços em outros órgãos, cedidos. A Prefeitura de Parauapebas conta hoje com aproximadamente três mil contratados e uma folha de pagamento na ordem de treze milhões de reais mês.