Sumiço de mototaxista mobiliza moradores e polícia em Anapu

Ele saiu para trabalhar na tarde de ontem e não mais retornou. A motocicleta do profissional foi abandonada no Bairro São Luís
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Familiares, amigos e agentes de segurança pública estão mobilizados para encontrar o mototaxista Josiel Mota da Silva, 36 anos de idade. O profissional está desaparecido desde a noite de quarta-feira (7), após sair para o trabalho. Ele é sobrinho de Paulo Anacleto, ex-vereador do PT e ex-conselheiro tutelar em Anapu, no sudoeste do Pará, assassinado na praça do centro da cidade em dezembro de 2019.

A família do mototaxista disse à Imprensa que Josiel saiu de casa na tarde de ontem, por volta de 15h, e deixou um filho na casa de uma irmã. Em seguida saiu para trabalhar. O sumiço foi confirmado às 21h50, quando a Polícia Militar recebeu a informação sobre uma motocicleta Honda Bros, cor preta e sem placa de identificação, com a chave na ignição, encontrada abandonada no Bairro São Luís. O veículo pertence ao profissional e estava bloqueado remotamente pela família desde as 18h.

Uma força tarefa formada pela família e amigos do mototaxista começou a vasculhar as ruas da cidade e principais estradas próximas ao centro urbano de Anapu com o objetivo de encontrar Josiel. A Polícia Civil também está no caso e pede ajuda dos moradores para encontrar o profissional.

O mototaxista é sobrinho do ex-vereador e à época conselheiro tutelar Paulo Anacleto, vítima de um crime de homicídio ocorrido no início de dezembro de 2019. O ex-secretário municipal de Administração de Anapu, Osvaldilon Luís dos Santos, mais conhecido como Osvaldo, e o ex-presidente da Câmara dos Vereadores de Anapu, João Batista Brito Sousa, o João Riso, foram apontados como mandantes do assassinato.

(Antonio Barroso)

Publicidade