Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Marabá

Sob forte comoção, corpo de Leo da Leolar é enterrado em Marabá

Paulo Costa – de Marabá

Parentes, amigos, funcionário e uma multidão de marabaenses acompanharam o velório e o enterro do empresário Leonildo Rocha, o Leo da Leolar, de 56 anos, que faleceu na madrugada desta quarta-feira, 3, no Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

O corpo dele chegou a Marabá à meia noite do mesmo dia e foi levado em carro aberto do corpo de Bombeiros para a Catedral da Marabá Pioneira, onde aconteceu o velório e foi realizada uma missa de corpo presente, celebrada pelo bispo Dom Vital Coberlini.

Várias pessoas e entidades prestaram homenagem ao empresário durante a missa, entre eles a filha Andressa Rocha, advogada, que agradeceu a todos pela demonstração de carinho a seu pai e disse que ele amava Marabá e queria ver a cidade se desenvolver cada vez mais.

O prefeito João Salame Neto também falou aos familiares e demais pessoas presentes, destacando a responsabilidade social e politica que Leo tinha para com Marabá e lembrando que ele deixou um legado que serve de exemplo para outros empresários, lembrando da doação de uma grande área para viabilização da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), recentemente criada pela presidente Dilma Rousseff.

Veja também:  Comunicação de Marabá está de luto. Morreu o jornalista Célio Sabino

Após a missa, o corpo do empresário foi levado novamente em carro aberto pelas ruas da cidade e comércio fechou as portas para reverenciar um dos maiores empresários do município. O carro do Corpo de Bombeiros com o corpo de Leo seguiu para o núcleo Cidade Nova e de lá para a Nova Marabá, e por onde passava uma legião de pessoas saudava o cortejo fúnebre, com mais de 4 km de extensão. Mias de 2 mil pessoas já se aglomeravam em frente ao cemitério antes mesmo do corpo chegar.

Expressão de dor, comentários de lamentações e choros tomaram conta das pessoas no Cemitério da Saudade, na Folha 29. No último adeus, o festival de fogos de artifício marcou a despedida do grande empreendedor, o homem que implantou a maior rede lojista do interior do Pará e que construiu o primeiro shopping center da cidade. Ele foi ovacionado e aclamado por todos como gostava de chamar seus colaboradores e amigos mais próximos: campeão!

Comentários ( 2 )

  1. Como amigo a mais de trinta anos do empresário Leo, sinto uma perda enorme com o ocorrido, tenho certeza que agora onde está ele continuará sua obra orientando a família e seus profissionais, dando inspiração para que possamos continuar a prestar os serviços a sociedade que tanto estimava, segue Leo o caminho que Deus traço para ti, parabéns pelo sucesso alcançado e teu nome será sempre lembrado no estado do Pará.

  2. Leo , meu grande amigo embora distante , um exemplo de vida que sempre soube reconhecer o ser humano , sempre soube que as pessoas boas Deus que junto de si , e lá foi ele junto do Senhor , tenho certeza que estará sempre zelando pela sua família e seus amigos. Descanse em Paz meu grande amigo.

Deixe uma resposta