Sindicato de Produtores Rurais de Marabá e órgãos fiscalizadores se reúnem para definir esquema de segurança da 31ª Exposição Agropecuária

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Na trigésima primeira edição, a Exposição Agropecuária de Marabá, que vai de 8 a 16 de julho, no Parque de Exposições da cidade, promete movimentar a economia da região. A programação abrirá oficialmente com a Grande Cavalgada, no dia 8, e já estão confirmadas mais de 30 comitivas.  Para animar o público diário, em média de 10 mil visitantes, estão agendados shows das atrações: Márcia Felipe, Jorge e Mateus, DJ Jesus Luz, Pablo, Otávio Vip, Sacode, Banda Som e Louvor (Gospel) e também um infantil. A Expoama 2017 deve superar a marca de 300 expositores, já que esse número deve crescer até o início da feira. Além disso, o público também contará com prova de marcha, oito leilões e ciclo de palestras.

De acordo com o presidente do Sindicato Rural de Marabá, Antônio Vieira Caetano, a estimativa desse ano é que sejam movimentados entre 30 a 35 milhões de reais. “Se não superarmos, vamos igualar a movimentação do ano passado, já que a quantidade de expositores está aumentando, algumas empresas que não vieram em 2016, confirmaram presença”, concluiu o presidente do SRPM.

Além do sorteio de oito motocicletas e um automóvel, outra novidade esse ano é que será cobrada taxa no estacionamento do Parque de Exposições, que disponibiliza três mil vagas. O Sindicato Rural garante que o valor será padronizado e de baixo custo, já que o intuito é apenas ajudar na manutenção do espaço.

E para garantir que a Exposição Agropecuária de Marabá seja ainda melhor, nesta quinta-feira, dia 08 de junho, na sede do Sindicato Rural, foi realizada a reunião de definição do esquema de segurança do evento, principalmente da Cavalgada que reúne mais de dois mil participantes.  Além do presidente do Sindicato e outros membros da diretoria, estiveram presentes vários representantes de órgãos de segurança e fiscalizadores como Polícia Rodoviária Federal, Departamento Municipal de Trânsito, Polícia Civil, Exército, Conselho Tutelar, Procon, Sindicato dos Moto-taxistas, Conselho de Jovens Empresários de Marabá, ONG Focinhos Carentes e Secretarias de Saúde e de Agricultura.

O chefe de Policiamento da Polícia Rodoviária Federal em Marabá, Nivaldo Silva, afirmou que a Operação Expoama 2017 já começou a ser planejada e que a meta desse ano é reduzir para zero o número de acidentes. Ele destacou que a fiscalização será redobrada para evitar infrações durante a Cavalgada.  Já o diretor do Departamento Municipal de Transito Urbano, Jocenilson Silva, também garantiu apoio ao evento. Ele ressaltou que a atuação do DMTU durante a Cavalgada se dá principalmente na VP-8 e que para garantir a segurança será disponibilizado todo o efetivo. A delegada Simone Felinto, diretora de Polícia Administrativa (DPA), solicitou que, em casos de locação de espaços para festas particulares com utilização de palcos, as autorizações devem ser solicitadas o quanto antes junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil.

Devido a Cavalgada ser um evento aberto ao público, Laís Oliveira e Fátima Mutran, presidente e vice da ONG Focinhos Carentes, solicitaram uma parceria das autoridades no sentido de orientar e fiscalizar os participantes da Cavalgada acerca de maus-tratos com animais, como excesso de pessoas em cima de carroças.

Miss Expoama 2017

Durante a reunião, foi feita a entrega oficial das premiações do concurso do Baile da Rainha Expoama, realizado no último dia 03, no tatersal do parque. A Rainha Expoama 2017, Wynne Costa, ganhou uma motocicleta modelo BIS. A primeira princesa Lynda Sousa e a segunda princesa Jaquelynne Nascimento, ganharam respectivamente cheques nos valores de R$1.500,00 e R$1.000,00.

Deixe seu comentário

Posts relacionados