Sarney é o novo presidente do Senado Federal

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

José Sarney (PMDB-AP) acaba de ser eleito pela terceira vez presidente do Senado. Obteve 49 votos contra 32 conferidos a Tião Viana (AC), candidato do PT.

A eleição na Câmara dos Deputados deverá acontecer logo mais a tarde. São candidatos: Michel Temer (PMDB-SP), Ciro Nogueira (PP-PI) e Aldo Rebelo (PCdoB-SP).

Confira os candidatos à mesa da Câmara dos Deputados

 

Com o registro de 24 candidatos, a Secretaria-Geral da Mesa encerrou à meia-noite o prazo para apresentação de candidaturas para a eleição da Mesa Diretora da Câmara, marcada para esta segunda-feira.

A Secretaria também definiu que a ordem dos nomes dos candidatos à Presidência na urna eletrônica será a seguinte: Michel Temer (PMDB-SP), Ciro Nogueira (PP-PI) e Aldo Rebelo (PCdoB-SP).
O deputado Michel Temer recebeu o apoio do maior número de partidos – 14, que se inscreveram como um bloco parlamentar. A candidatura de Aldo Rebelo (PCdoB-SP) é apoiada por cinco legendas. Ciro Nogueira (PP-PI) recebeu o apoio de seu partido.

Bloco parlamentar é a aliança entre dois ou mais partidos políticos que passam a atuar na Casa legislativa como uma só bancada, sob liderança comum. Como a composição da Mesa Diretora deve assegurar a representação proporcional dos partidos e blocos da Câmara, é comum a formação de blocos logo antes da eleição para a Mesa – e sua dissolução logo depois. Por esse critério, o maior partido tem direito a escolher os cargos que prefere, geralmente a Presidência da Casa. Os outros partidos dividem entre si as demais funções.

Candidatos dos partidos

O PT registrou seus dois candidatos oficiais: Marco Maia  (RS), para a 1ª Vice-Presidência, e Odair Cunha (MG), para a 3ª Secretaria.

O deputado Vic Pires Franco (PA) é o representante oficial do DEM para a eleição ao cargo de 2º vice-presidente. Ele concorrerá com o deputado Edmar Moreira (MG), que registrou-se como candidato avulso do DEM.

Na 1ª Secretaria, os deputados Rômulo Gouveia (PSDB-PB) e Bruno Rodrigues (PSDB-PE) estão inscritos como avulsos. Rafael Guerra (MG) foi escolhido pelo PSDB como candidato oficial.
Para a 2ª Secretaria, estão registrados além do deputado Inocêncio de Oliveira (PE), candidato oficial do PR, José Carlos Araújo (BA), Maurício Quintella Lessa (AL) e Wellington Roberto (PB), que concorrem de forma avulsa pelo mesmo partido.

A 3ª Secretaria também será disputada pelo deputado A 3ª Secretaria também será disputada pelo deputado Manato (PDT-ES).

A 4ª Secretaria tem a disputa entre Nelson Marquezelli (SP), candidato oficial do PTB, e Augusto Farias (AL), do mesmo partido, como candidato avulso.

Há ainda sete deputados registrados para a disputa por uma das quatro suplências: Giovanni Queiroz (PDT-PA), Leandro Sampaio (PPS-RJ), Manoel Junior (PSB-PB), Marcelo Ortiz (PV-SP), todos candidatos oficiais; Ilderlei Cordeiro (PPS-AC), Givaldo Carimbão (PSB-AL) e Sérgio Brito (PDT-BA), avulsos.

Agência Câmara

Publicidade