Salão do Livro abre nesta sexta em Marabá com crédito de R$ 800 mil

Educadores do Estado e município vão ganhar bônus para realizar compras em 10 dias de evento
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Pela primeira vez, a Prefeitura de Marabá vai conceder um bônus para que educadores da rede municipal possam adquirir livros em um evento do gênero. Denominado de Credlivro, o benefício vai alcançar cerca de 2.000 educadores efetivos lotados na SEMED (Secretaria Municipal de Educação). O Estado, tradicionalmente, já confere esse benefício durante a Feira Pan-Amazônica do Livro, que é realizada anualmente em Belém.

De acordo com o secretário Luciano Lopes Dias, o Credlivro vai beneficiar, além dos profissionais que exercem a função de magistério, os que ocupam cargos técnicos de nutricionista, fonoaudiólogo, psicológico, terapeuta ocupacional e assistente social que atuam na Secretaria Municipal de Educação. “Com isso, automaticamente, o município vai injetar cerca de R$ 300 mil no Salão do Livro, que inicia nesta sexta-feira, dia 27, e se estende até o dia 6 de maio”.

Ele explica também a legalidade do bônus que está sendo concedido, uma vez que o Executivo enviou um Projeto de Lei à Câmara Municipal, o qual foi aprovado e se transformou na Lei Municipal 17.848. Posteriormente, foi firmado um convênio de cooperação com o Banpará, que fará o repasse do crédito aos professores em forma de cartão, para ser usado durante o Salão do Livro.

Luciano Dias observa que para ter direito ao Credlivro, o professor vai procurar um posto de atendimento do Banpará que estará no Salão do Livro, no Centro de Convenções Carajás, onde haverá informações de todos eles. Ao se identificar, receberá um cartão avulso, que dará direito a comprar exemplares de livros no estande de qualquer expositor, até o limite de R$ 150,00.

O Governo do Pará também contemplará os professores da rede estadual com tal benefício para aquisição de livros durante o evento. O bônus do governo do Estado estará disponível, também, para educadores de todos os municípios da região, o que deve alcançar um crédito de cerca de R$ 500 mil.

SOBRE O EVENTO

O 1º Salão do Livro do Sul e Sudeste do Pará será coordenado pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult) como parte da XXII Feira Pan-Amazônica do Livro e será realizada no Centro de Convenções “Leonildo Borges Rocha”, de 27 de abril a 6 de maio. A abertura irá acontecer às 9h da manhã e encerrar às 22h em todos os dias de feira.

Haverá uma diversidade de gêneros literários, bem como, obras de escritores marabaenses e regionais. A expectativa dos organizadores é que um grande público compareça ao evento, de Marabá e outros municípios da região.

Ulisses Pompeu
Publicidade

Relacionados