Radar Parauapebas: Saiba o que é notícia neste início de semana na Capital do Minério

Nesta segunda (2), os 10 mil servidores do Executivo estarão de volta ao trabalho. Amanhã (3), os 15 vereadores vão abrir trabalhos no Legislativo. Governo Darci reporta lucro fiscal recorde
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

VOLTA AO TRABALHO

Nesta segunda-feira (2), os 10 mil servidores da Prefeitura de Parauapebas, em todas as pastas, retornam ao batente. O pessoal da maior folha de pagamento do Pará estava trabalhando em número reduzido (15% do total), apenas em atividades essencialíssimas, por conta de um decreto de recesso assinado pelo prefeito Darci Lermen, que garantiu duas semanas de folga ao funcionalismo, no período de 19 a 30 de julho. Não é demais lembrar que os servidores de Parauapebas são os que recebem os maiores salários médios do Norte-Nordeste do país. Poucas são as prefeituras que remuneram como a Capital do Minério. Algumas carreiras na prefeitura ― como administrador, contador, economista, analista ambiental, engenheiro, dentista, enfermeiro, biomédico e médico — remuneram melhor que o Executivo federal.

FUNCIONALISMO PÚBLICO

Por falar em servidores, algumas categorias funcionais já começam a se mobilizar para sentar-se com Darci em busca “alento” para o raiar de 2022. Como a Lei Complementar 173/2020 vedou reajustes salariais (e o Tribunal de Contas dos Municípios do Pará, diferentemente de outros tribunais de contas estaduais, proibiu até mesmo a recomposição com base na inflação), alguns cargos de nível superior da prefeitura, historicamente defasados no espaço e no tempo, vão correr atrás de gratificações dadas unilateralmente a uns e a outros não. Eleito à boca pequena entre os servidores como o melhor prefeito para o funcionalismo público do mundo, Darci deverá olhar com carinho a demanda das categorias e, pelo número dos que reivindicam (não chegam a 300), deverá atender às pautas. Dinheiro tem.

CÂMARA NO BATENTE

Quem também está retornando aos trabalhos, após um mês de recesso parlamentar, são os 15 vereadores de Parauapebas. O primeiro semestre da atual legislatura bateu recorde de produção legislativa, tanto no número de indicações quanto, e sobretudo, de projetos de lei. Juntos, os vereadores têm dado muito trabalho literalmente à equipe do prefeito, principalmente para dar devolutiva às indicações ou para inventar justificativas com o fim de barrar projetos de lei que não sejam do gosto do governo. Os projetos, vale ressaltar, saem da Câmara devidamente fundamentados e com parecer de legalidade e constitucionalidade. Mas é aquela coisa: manda quem pode (e comanda o dinheiro), obedece quem tem juízo…

ROYALTIES RECORDES

A Prefeitura de Parauapebas vai receber este mês a maior fatia de royalties derivados de produção de minério mensal da história: R$ 159.861.668,88. Esse valor, que cairá em um dia, é suficiente para manter durante o ano inteiro 4.900 municípios brasileiros (88% dos 5.570). No ano passado, o governo municipal recebeu R$ 227.057.288,08 em dezembro, mas no meio desse montante havia “fundos perdidos”, dívidas de royalties que a mineradora multinacional Vale de vez em quando reconhece. E paga.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Nesta terça-feira (3), o Blog do Zé Dudu vai divulgar dados sobre a prestação de contas da Prefeitura de Parauapebas referente ao 3º bimestre deste ano. O Blog adianta que o resultado fiscal da gestão de Darci Lermen bateu todos os recordes no primeiro semestre deste ano, com superávit reportado de R$ 267,5 milhões, o suficiente para “comprar” a cidade de Redenção inteira, e ainda sobraria troco. O negócio na Prefeitura de Parauapebas está tão bom, por conta do crescimento “assustador” da arrecadação, que surpreende até mesmo especialistas em orçamento. Na Lei Orçamentária Anual (LOA) deste ano, o governo previu rombo nas contas de R$ 89,36 milhões, mas felizmente tudo conspira em favor da administração de Darci.

COVID-19

Os casos de contaminação pelo Sars Cov 2 (novo coronavírus), que provoca a covid-19 continuam estáveis em Parauapebas. Nos últimos sete dias (26/7 a 1/8) foram contabilizados 374 novos casos, além da morte de 3 pacientes com a doença. No total, Parauapebas já tem 55.001 casos de pacientes infectados pelo vírus, além de 481 óbitos registrados. Já são 53.802 os recuperados pelo sistema de saúde local. A taxa geral de ocupação de leitos no município (atualizada às 14h deste domingo) está em 20%, sendo que leitos de enfermaria SUS: 25%; UTI SUS: 25%; enfermarias particulares: 16%; UTI particular: 60%. A UPA está com atendimento exclusivo para pacientes portadores do vírus. O serviço é ofertado 24h.