Rondon do Pará pleiteia implantação de Núcleo de Regularização Fundiária

A prefeita do município, que é marcado por conflitos agrários, discutiu com o Instituto Nacional Colonização e Reforma Agrária (Incra) a implantação de uma representação do órgão na cidade, para facilitar os processos de regularização fundiária
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O município de Rondon do Pará, no sudeste do Pará, pleiteia a implantação de um Núcleo de Regularização Fundiária, para agilizar os processos, que hoje precisam ser resolvidos em Marabá. Esta semana, a Prefeita Adriana Andrade se reuniu com o superintendente Regional do Instituto Nacional de Colonização e Reforça Agrária (Incra), Aveilton Silva Souza, para tratar do assunto.

O objetivo é facilitar a vida dos proprietários de terras que precisam de regularização, agilizando os processos que atualmente precisam ser resolvidos na Superintendência do Incra em Marabá. Rondon, que tem um histórico de conflitos agrários, com várias mortes, busca resolver as pendências que existem de regularização fundiária, para evitar novos conflitos.

Além da implantação de uma representação do órgão em Rondon do Pará, também foi discutido a liberação de crédito rural e a construção de casas populares rurais, para beneficiar produtores rurais assentados no município. 

(Tina DeBord)