Redenção pretende contratar transporte de alunos por até R$ 6,3 milhões

Prefeitura vai locar ônibus, micro-ônibus, vans e furgões para atender 47 rotas no município. Distância diária a ser percorrida por frota equivale a ir de Redenção à Havana, capital cubana.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O governo de Carlo Iavé, um dos mais prósperos do Pará, vai conferir nesta quinta-feira (23) as propostas para contratação de uma empresa que faça locação de veículos para o transporte escolar dos estudantes da cidade e do campo que dependem do serviço. Nas contas da Prefeitura de Redenção, dá para gastar até R$ 6.297.804,00 com a empreitada, via pregão presencial. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu e podem ser conferidas aqui.

De acordo com o governo municipal, a contratação obedece diretrizes do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) e se faz necessária para atender à demanda da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Lazer (Semec), tendo em vista o início do ano letivo. O transporte escolar é, segundo a gestão, o único meio de locomoção que muitos estudantes da cidade e do campo têm à disposição para chegar à escola. Só na zona rural, segundo o Ministério da Educação (MEC), Redenção tem cerca de 800 estudantes.

Ainda segundo a prefeitura, a ideia é contratar até 21 ônibus (com capacidade entre 21 e 42 passageiros), 15 vans (de 15 a 22 passageiros), oito micro-ônibus (21 a 28 passageiros) e três furgões (de 11 a 13 passageiros) para cumprimento de um total de 47 rotas. A quilometragem dos veículos terá por base o número de alunos do ano letivo, sempre obedecendo a uma média de rodagem para o conjunto da frota de 5.610 quilômetros diários (o equivalente a ir de Redenção à cidade de Havana, capital de Cuba) e 1.127.800 quilômetros por ano.

Publicidade

Posts relacionados