Rapidinhas

Continua depois da publicidade

Águia de Marabá
A equipe do Águia de Marabá busca  nesta segunda-feira (25) em Marabá para tenta sair incômoda posição de lanterna da chave. Os marabaenses tentam quebrar a sequência de três tropeços para continuarem vivos na Série C. Atualmente estão na décima colocação com oito pontos, a cinco do Treze-PB, primeiro integrante fora da zona de rebaixamento. O jogo de hoje é contra o Fortaleza-CE, líder do grupo e único invicto da Série C, às 21h30 no Zinho de Oliveira.

De volta
O técnico João Galvão vai dirigir o Águia no jogo de hoje. Galvão volta depois das meteóricas passagens de Dario Pereira e Ewerton Goiano, que deixou o clube após a derrota para o Salgueiro na semana passada.

13º Salário para aposentados
A primeira parcela do 13º salário dos aposentados e pensionistas da previdência começa a ser paga nesta segunda-feira (25). No Pará, 607.505 mil pessoas devem receber o benefício, representando a injeção de R$ 258 milhões na economia, de acordo com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos. O pagamento será para os segurados que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 1, desconsiderando-se o dígito.

Briga de cachorro grande
Não convidem para fumar do mesmo narguilé (cachimbo árabe) o secretário de administração de Parauapebas Wady Cecílio e o vereador Odilon Rocha de Sanção. Na semana passada houve um entrevero entre os dois no Morro dos Ventos que só não chegou às vias de fato porque a “turma do deixa disso” entrou em ação. O atual líder do governo na CMP prometeu ao secretário que seus dias a frente do governo estariam contados. Estaremos de olho nos próximos rounds.

Latifundiário
Um ex-professor que atualmente está vereador em Parauapebas parece que aprendeu de forma meteórica as “coisas” da política. Em menos de dois anos de mandato o indigitável já comprou fazendas em Xinguara e nas Vilas Paulo Fonteles e Brasil, em Parauapebas.

PT
Quem participou da reunião do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores no sábado (16) em Parauapebas me confidenciou que o pau quebrou literalmente. É que parte do Diretório quer porque quer embarcar no governo Valmir Mariano. Outra parte acha um erro. Em certo momento, quando cada um defendia sua posição, até assuntos extremamente particulares entre dois membros do governo passado vieram à tona, expondo aquele tipo de assunto que até a cangalha do carroceiro sabe mas que ninguém comenta. ´

Quem procurar?
A Buruti Empreendimentos, responsável pelo loteamento Cidade Jardim, em Parauapebas, fez veicular em emissoras de rádio e TV não ser mais a responsável pelos problemas referentes ao empreendimento no município, visto que, segundo ela, já teria repassado o loteamento para a prefeitura municipal. Realmente o ex-prefeito Darci Lermen recebeu o loteamento no dia 31 de dezembro, no apagar das luzes do seus governo. Todavia, o atual prefeito não aceita a última ação de Darci, já que, segundo a atual administração, várias cláusulas contratuais não foram atendidas.

Enquanto isso…
A Buriti não aceita ser responsabilizada, por exemplo, pelas constantes falta de água no loteamento e nem pelos buracos no asfalto que atende o empreendimento. A PMP também não se julga responsável. A população prejudicada não sabe a quem recorrer e fica à mercê desse jogo de empurra que, seguramente vai parar na justiça caso as duas partes não entrem em acordo, fato que não será difícil de acontecer, já que não é interessante para o atual prefeito ver a população passando dificuldades e nem pra Buriti, que tem outros investimentos na cidade e não vai querer ver seu nome ligado a inadimplência com os clientes.

3 comentários em “Rapidinhas

  1. JR empresário Responder

    O PT vive este dilema sempre que seu projeto de poder fica ameaçado não gosta de largar o osso ficou mal acostumado !
    Bastou o governo do velhote engrenar para os espertos acostumados com mordomia e benesses do recursos públicos se aderirem ao governo !
    Não conseguem mais esperar tem que participar do bolo !
    É a história do baile bom !
    Quem da dentro não sai e quem da fora fica doido para entrar !
    Tirando o LV o resto é benvindo velhote !

  2. vitor Responder

    No dia 10/08 uma reportagem aqui no blog já falava sobre loteamentos onde a ACIP na pessoa do seu diretor sr ORIOVALDO, acionava a justiça para por fim a estes loteamentos feitos por forasteiros sem compromissos com o povo e o meio ambiente de Parauapebas, oxalá a justiça passe a atuar e moralizar o setor.

  3. Deivid Benasor Responder

    Os moradores do Bairro Parque dos Carajás I vivem o mesmo dilema.

    Estamos sem água desde sexta-feira (22/08/2014). Já liguei para a imobiliária do grupo Ribeiro e a resposta foi de que a responsabilidade é da imobiliária consolidar.

    Antes tomei o cuidado de ligar para SAAP e essa negou que a responsabilidade pelo fornecimento da água no bairro já fosse do município.

    Verdadeiro jogo de empurra e empura

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: