PULSO FIRME

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Pelo que se sabe, a Prefeitura Municipal de Parauapebas está no vermelho. Só não está oficialmente graças às “arrumações” aceitas pelo papel. Acertos foram feitos com credores que se satisfizeram com um “cala-boca” deixando o grosso para 2009. Pena que perderemos pelo menos 6 meses só pra colocar as contas em dia.
Situação diferente se apresenta na Prefeitura de Marabá. Maurino Magalhães recebe de seu antecessor (Sebastião Miranda) um caixa que dispõe de R$ 63,6 milhões disponíveis em suas contas. De arrecadação própria, portanto, disponível para aplicação imediata em investimentos, total de R$ 2,6 milhões; R$ 59 milhões na conta do Ipasemar (Instituto de Previdência do Município); e cerca de R$ 2 milhões de recursos em conta de convênios federais. Início promissor de administração para Maurino Magalhães.

Questão de pulso e administração! Quem sabe, como tudo na vida, agora o gestor de Parauapebas tome medidas mais cabíveis à um administrador.
Publicidade