Projeto Educando pelo Esporte da Semel continua atividades via internet

Professores gravam vídeos e mantêm a rotina dos exercícios dos alunos, para estimulá-los a permanecerem em casa em tempo de Covid-19.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A pandemia do novo coronavírus diminuiu o ritmo, mas não acabou com as aulas práticas da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer durante o isolamento social. Isso porque a Semel tem disponibilizado aulas por meio de vídeos gravados pelos professores de cada modalidade esportiva do projeto Educando pelo Esporte.

Os vídeos são sempre enviados para os alunos seguindo o calendário dos dias das aulas presenciais de cada atividade. A comunicação ocorre via grupo de whatsApp.

A iniciativa tem como objetivo incentivar os alunos e seus familiares a permanecerem em casa para evitar a disseminação da Covid-19, como recomendam os órgãos de saúde, e para manter a rotina de exercícios, que são um grande aliado no reforço da imunidade e no bem-estar inclusive psicológico dos alunos.

“Neste momento de crise, para continuar as atividades do projeto, a equipe da Semel vem montando um material com atividades para, dessa forma, colaborar com a saúde física e mental dos nossos alunos”, explica Anderson Moratório, coordenador de Esporte da secretaria.

Foram criados grupos no whatsApp de cada turma para que todos tenham acesso ao conteúdo. Pelo aplicativo, os professores passam os exercícios práticos. Já os alunos fazem vídeos e enviam para os mestres avaliarem.

O professor de zumba Leandro dos Santos começou realizando live na sua rede social particular e agora grava os vídeos para enviar no grupo do projeto para as alunas. “Tivemos um retorno mais que o esperado com a participação maciça das alunas. Elas até cobram mais vídeos durante a semana. Acredito que essa dinâmica deixa os alunos estimulados e ocupados durante este período de isolamento em suas casas”, destaca o professor.

Ao todo, são 11 modalidades esportivas do projeto Educando pelo Esporte e mais de cinco mil alunos beneficiados.

Texto: Liliane Diniz / Fotos: Semel

Publicidade