Programa Municípios Verdes leva Educação Ambiental, sob forma de arte, às comunidades rurais

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Eleutério Gomes – De Marabá

No período de 27 a 29 últimos, o Programa Municípios Verdes (PMV) esteve em Marabá, onde realizou Caravana, com apoio da ONG Radio Margarida, levando atividades culturais a escolas de comunidades rurais. O foco do trabalho é a socialização de informações sobre o PMV, Cadastro Ambiental Rural (CAR) e combate ao desmatamento.

Utilizando como instrumentos teatro, cinema, música, vídeo e material informativo, uma equipe do Centro Artístico Cultural Belém Amazônia – Rádio Margarida desenvolve de forma lúdica o processo de formação das famílias de agricultores. A ação é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) e conta com apoio financeiro do Fundo Amazônia, cujo objetivo maior é assegurar que as atividades humanas se ajustem à legislação ambiental do Pará, na tentativa de reduzir das taxas anuais de desmatamento no território paraense.

O engenheiro agrônomo Cristiano Rocha, da Semas, explica o que significa e qual a importância do CAR: “É o registro eletrônico [obrigatório] das informações ambientais dos imóveis rurais. O objetivo é promover a integração desses dados, visando ao planejamento ambiental, monitoramento, combate ao desmatamento e regularização ambiental”, detalhou ele

As principais vantagens ou benefícios do CAR são, ainda segundo Cristiano: possibilita acesso ao Programa Regularização Ambiental (PRA), facilita a comercialização de cotas de Reserva Ambiental (CRA) e acesso ao crédito rural e é um potencial instrumento para planejamento do imóvel rural. Vale ressaltar que uma das entidades públicas credenciadas para a emissão do CAR é a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Pará).

A caravana iniciou as atividades na segunda-feira (27) pela Escola Família Agrícola Professor “Jean Hébette” (EFA), na Zona Rural de Marabá, localizada no Km 23, da Rodovia Transamazônica, a qual atende hoje a 120 estudantes e tem por objetivo geral proporcionar uma Educação Integral para jovens agricultores, de forma participativa e integrada com as famílias e as comunidades, fundamentada na Pedagogia da Alternância e nos princípios da Educação do Campo.

Na EFA a Caravana foi recepcionada pela equipe formada pelos monitores Ildemar Silva, Vanalda Araújo, Emery Castro, Cleia Silva e Damião Santos. Além do presidente da Associação, Antonio Mineiro, com apoio das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Educação de Marabá e do vice-prefeito Antônio Carlos Cunha Sá.

Secretário visita a EFA

Tendo como principal mantenedora a Prefeitura Municipal de Marabá é a principal mantenedora, que assumiu os custos com pessoal, aluguel da área, transporte escolar, material de limpeza e didático, alimentação escolar, manutenção dos prédios e equipamentos, a EFA recebeu esta semana a visita de secretário municipal de Educação, Luciano Dias, que, acompanhado de assessores, foi conhecer o funcionamento do Projeto Educativo por Alternância e reafirmar o apoio institucional da PMM.

O coordenador da EFA, Ildemar Silva avaliou a visita do secretário como um reconhecimento do trabalho de equipe que vem sendo desenvolvido há três anos e que chegou para reforçar o time e dar continuidade ao fortalecimento da Escola Agrícola.