Produção de grãos em Jacundá é tema de encontro reunindo mais de 50 produtores

O município quer seguir o mesmo rumo de Rondon do Pará, Goianésia do Pará e Tailândia, com o plantio de milho, soja e sorgo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Um encontro com mais de 50 produtores rurais deu o pontapé inicial para o município de Jacundá, na região sudeste do Estado, diversificar sua economia com a introdução de plantio de grãos. A iniciativa partiu da Associação Comercial e Industrial (Acij) e Sindicato dos Produtores Rurais (Sinrural).

Incentivado pela expansão de plantio de grãos dos municípios vizinhos de Rondon do Pará, Goianésia do Pará e Tailândia, Jacundá também quer entrar nesse nicho. E realizou o 1º encontro de produtores interessados em investir na produção de milho, soja e sorgo.

O presidente da Acij, empresário e pecuarista Cleber Bahia, explica que esse projeto de discutir o cultivo de grãos vem sendo estudado há algum tempo pelo setor econômico do município. “Assim como aconteceu nesses municípios, nós estamos buscando parceiros. À princípio, envolvendo os nossos próprios produtores rurais.”

“Esse evento foi histórico, pois trata-se do futuro. O cultivo de grãos abrange vários segmentos da economia, além de fortalecer o comércio local e abastecer as indústrias”, afirma Cleber, que não entrou em detalhes sobre o potencial do município de Jacundá, mas acredita que o município pode explorar esse segmento. “Basta o investidor acreditar”.

Os prefeitos de Jacundá e Goianésia do Pará, Itonir Tavares (PL) e pastor Francisco David Leite Rocha (MDB), respectivamente, garantiram apoio aos produtores rurais, principalmente no tocante a construção e conservação de estradas vicinais e manutenção e construção de pontes.

(Antonio Barroso)

Posts relacionados