Pró-Saúde abre vagas de emprego em Belém e Canaã dos Carajás

Há oportunidades para técnico de laboratório e de informática
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Hospitais gerenciados pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar no Pará estão com vagas de emprego abertas. As oportunidades são para atuar nas cidades de Belém e Canaã dos Carajás.

Os interessados devem cadastrar o currículo no site da entidade (https://www.prosaude.org.br/trabalhe-conosco).

No Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo (HOIOL), em Belém, e no Hospital 5 de Outubro (HCO), em Canaã dos Carajás, sudeste do estado, as vagas são para os cargos de técnico de laboratório e informática.

Para o cargo de técnico de laboratório é preciso ter o ensino médio completo, curso técnico de laboratório, patologia clínica, biodiagnóstico ou hemoterapia. É desejável conhecimento em pacote do Office.

Para a vaga de técnico em informática, o candidato precisa ter curso técnico em informática e ensino médio completo. É desejável estar cursando tecnologia da informação ou cursos similares.

Inscrições

Os interessados devem acessar o menu “Trabalhe Conosco”, no site da Pró-Saúde e em seguida, acessar a opção “Conheça nossas oportunidades”, clicar na vaga desejada e realizar a inscrição.

Para concluir o processo de inscrição, os candidatos devem realizar o cadastro no Portal VAGAS (www.vagas.com.br), plataforma externa reconhecida no mercado e que proporciona transparência ao processo.

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

A criação da Pró-Saúde fez parte de um movimento que estava à frente de seu tempo: a profissionalização da ação beneficente na saúde, um passo necessário para a melhoria da qualidade do atendimento aos pacientes que não podiam pagar pelo serviço. O padre Niversindo Antônio Cherubin, defensor da gestão profissional da saúde e também pioneiro na criação de cursos de Administração Hospitalar no País, foi o primeiro presidente da instituição.

Publicidade