Prefeitura de Nova Ipixuna vai construir estádio municipal para resgatar esporte

Valor da obra, R$ 304 mil, é menor que parcela do royalty d’água que governo local recebeu no mês passado (R$ 355 mil) por ter parte de sua área inundada pela Hidrelétrica de Tucuruí.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Os 16.500 habitantes do pacato município de Nova Ipixuna devem ganhar um estádio “zero quilômetro” em breve. É que a prefeitura local abriu licitação para contratar uma empresa de engenharia que tope realizar o serviço por R$ 304.144,34. A contratação está sendo feita por meio da modalidade carta-convite, que pode ser realizada no valor de até R$ 330 mil para obras e serviços de engenharia, conforme a Lei de Licitações e Contratos. As informações foram levantadas pelo Blog do Zé Dudu e podem ser consultadas aqui:

Licitação 1/2019-001 PMNI

O valor do estádio é modesto para acompanhar a receita local, que totaliza R$ 38,42 milhões por ano, de acordo com o Tesouro Nacional. À beira do Rio Tocantins, Nova Ipixuna é um dos municípios que tiveram área territorial inundada pela Usina Hidrelétrica de Tucuruí e, por isso, recebe a Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH), os royalties d’água. Ano passado, foram R$ 2,41 milhões em royalties, cerca de 6% da receita; este ano, até junho, R$ 1,77 milhão, cerca de 10%, conforme apurou o Blog.

A depender do nível do reservatório, apenas um mês de royalties é suficiente para a Prefeitura de Nova Ipixuna pagar o estádio. Segundo a administração municipal, o governo local pretende resgatar e retomar as atividades esportivas, proporcionando melhor infraestrutura ao estádio, que era frequentado por elevado número de pessoas quando da realização de jogos e demais campeonatos de futebol.

Publicidade

Relacionados