Prefeito de Novo Repartimento enfrenta desafios de dimensão estadual

A herança deixada pelo governo anterior inclui R$ 4 milhões em folha de pagamento dos servidores não quitadas e um município com muita coisa para arrumar
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O 17º maior município em área territorial do Pará, Novo Repartimento, com uma extensão de 15.398,716 quilômetros quadrados, localizado na região sudeste do Estado, tem desafios gigantescos. E o novo gestor municipal, Valdir Lemes, sabe bem disso. São centenas de quilômetros de estradas vicinais precisando de manutenção, escolas e postos de saúde na lista de reformas. E o mais grave é a folha de pagamento dos servidores que precisar ser colocada em dia.

Há quase um mês à frente da administração municipal, o novo prefeito recebeu a Reportagem e falou sobre o início do seu governo. “Estamos governando com muita cautela e pé no chão, priorizando o pagamento dos salários dos servidores, com o mínimo de contração de novos colaboradores, e realizando um cronograma de ações”, disse ele, informando que, somente em salários atrasados deixados pela gestão anterior, a dívida é calculada em R$ 4 milhões.

Os desafios do prefeito têm dimensão estadual. Comparando a extensão territorial de Novo Repartimento, ele é quase 2,5 maior que o Distrito Federal (Brasília tem 5.760,783 quilômetros quadrados) e que o Estado de menor em extensão territorial, Sergipe, com 21.925,424 quilômetros quadrados. No espaço geográfico do município estão mais de 60 vilas e três distritos. “Precisamos levar desenvolvimento a toda zona rural. Isso carece de muito investimentos em manutenção e construção de estradas, recuperação e construção de novas pontes, além de Saúde, Educação, fomento a Agricultura e outras melhorias”, aponta Valdir Lemes, que já determinou a contratação emergencial de máquinas e equipamentos para recuperar trechos críticos de algumas estradas.

Na área urbana, ele iniciou um trabalho de manutenção de ruas. No Bairro Sol Nascente, por exemplo, o maquinário da prefeitura realiza serviços considerados emergenciais, como também limpeza de córregos. “E estamos preparando um cronograma para realizar serviços em toda cidade”, promete.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados