Redenção

Pouco mais de 20 mil eleitores já fizeram o recadastramento biométrico em Redenção

Desde o último dia 12 de dezembro está sendo realizado na Câmara Municipal de Redenção o recadastramento eleitoral biométrico, de segunda a sexta-feira das 8h às 16h. O Cartório Eleitoral informou à Reportagem do Blog, na manhã de quarta-feira (13), que, após 92 dias, os servidores atenderam 24.295 pessoas, sendo 1.207 atendimentos para eleitores que foram tirar o primeiro título, 2.440 atendimentos a pessoas que fizeram transferência e 20.628 eleitores que fizeram o recadastramento biométrico.

Segundo o chefe de Cartório, Márcio Queiroz, a meta é atender 80% do eleitorado redencense até o próximo dia 31 de maio. “O número de pessoas que procuraram o Cartório Eleitoral ainda é pequeno. Quero convocar a todos que venham à Câmara Municipal fazer o seu recadastramento biométrico, que é obrigatório, em não deixem para a última hora”, apelou Queiroz.

Dezoito servidores fazem o atendimento aos eleitores. Na manhã de ontem, o plenário da Câmara Municipal estava lotado. Ao todo, 400 pessoas foram atendidas até às 16h. A dona de casa Maria Cecília Alves disse que esperou mais de uma hora na fila para ser atendida. “Se eu tivesse procurado a Câmara assim que teve início o recadastramento biométrico, sem dúvida não pegaria uma fila dessa, não é? Fiquei mais de uma hora para receber o atendimento. Garanto que aqueles que não vieram vão encontrar tumulto pela frente”, alertou ela.

Segundo o TRE, Redenção registrou nas eleições de 2016, 57.222 eleitores, aptos a votar, mas esse número será bem maior nas eleições de 2020. O recadastramento biométrico é obrigatório. Quem não fizer, terá o Título de Eleitor cancelado e ficará impossibilitado de tirar passaporte, poderá ter beneficio cancelado, não poderá participar de concurso público e tão pouco de vestibular.

Márcio Queiroz disse também que todos os idosos, mesmo os que já não votam, são obrigados a procurar o Cartório Eleitoral: “Mesmo que estes não votem, eles recebem algum benefício do governo, por isso são obrigados a a fazer o recadastramento biométrico”.

Deixe seu comentário