População de São João do Araguaia fecha rodovia em protesto por falta de água

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Sem água há mais de 10 dias, moradores da Vila Diamante, também conhecida como Quilômetro Quarenta, na Rodovia PA-405, que liga a sede de São João Araguaia à Rodovia BR-230 (Transamazônica), bloquearam a estrada esta semana em protesto.

Romualdo Alves Martins (PTB) e Isailene Labres de Souza (PRP), vereadores da Câmara Municipal de São João do Araguaia contaram a imprensa que enviaram vários recados à prefeita, Marlene Correa Martins, para que a mesma resolvesse o problema sem confusão.”Ela chegou a presenciar a manifestação, mas desviou da estrada para não falar com o povo”, disseram.

A Vila Diamante é abastecida por dois poços, mas o principal está com a bomba quebrada. O outro fornece água para somente um bairro. “A bomba está com defeito. Comprar bomba não é papel de um vereador, o meu papel tenho feito muito bem, que é fiscalizar”, complementou Romualdo, contabilizando que na Vila Diamante cerca de duas mil pessoas dependem dessa água.

Joaquim Miguel é morador da Vila Diamante há 20 anos, ele afirma que não é a primeira vez que acontece a falta d’água, no entanto dessa “foi a pior”. “Meu pai mora comigo e é doente e precisa muito da água para tomar banho, principalmente, mas estamos com essa dificuldade”, lamentou ele.

Segundo a vereadora Isailene Labres o problema na distribuição de água é crônico e acontece em todas as vilas aos arredores de São João do Araguaia. “O pessoal vive amargando pela falta de água, choveu eles acharam bom, porque apararam água para sobreviver. O problema é de manutenção, o Assentamento Ponta de Preta também passa pela mesma situação, muitas vezes não tem aula nas escolas por falta de água, o reflexo é sentido pelos alunos”, lamenta Isailene.

Por Emilly Coelho – Correio Tocantins

Publicidade

Posts relacionados