Polícia Militar desocupa área invadida no Morro Azul, em Parauapebas

No local, aproximadamente 15 famílias estavam morando. O Mandado de Reintegração de Posse foi expedido pela 1ª Vara Empresarial de Parauapebas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Durante a manhã desta quinta-feira (2), a Polícia Militar deu cumprimento a Mandado de Reintegração de Posse expedido pela 1ª Vara Empresarial de Parauapebas, de uma invasão em uma área privada localizada no Morro Azul, onde aproximadamente 15 famílias estavam morando.

De acordo com Carla Araújo, advogada do proprietário da área, os moradores foram notificados com antecedência e tiveram o prazo de 48 horas para deixarem a localidade, entretanto, não acataram a ordem judicial.

“O oficial de Justiça veio aqui fez a leitura para eles desocuparem em até 48 horas, mas não cumpriram”, ressaltou, enfatizando que os residentes terão 15 dias úteis para recorrer sobre a decisão.

Em conversa com o Portal Pebas Notícias, o coronel Neves, da Polícia Militar, contou que os militares foram direcionados para resguardar a integridade física dos munícipes e de todos os envolvidos. “Geralmente quando acontece este tipo de operação é o Comando de Missões Especiais (CME), da Polícia Militar, que executa, e aqui estamos para resguardar a integridade física do oficial de justiça, da parte dos ocupantes que vão deixar aqui e de cada um de nós”, disse o oficial.

Segundo Neves, participaram da operação policiais do Grupo Tático Operacional (GTO) de Parauapebas, quatro veículos do CME de Belém e alunos do Curso de Força Tática de Marabá, quais estavam sendo avaliados durante a operação.

Moradores lamentaram a operação, afirmando que muitos deles não têm condições para pagar um aluguel e nem sequer comprar um alimento. “Tem muitos que a gente conhece que não tem condições, pois sabemos que um aluguel hoje em Parauapebas é muito caro”, conta um morador. Um caminhão baú foi usado para prestar apoio nas mudanças.

(Caetano Silva)

%d blogueiros gostam disto: