PM destrói plantação com cerca de 12 mil pés de maconha na zona rural de Tomé-Açu

A plantação foi descoberta no sábado (29), na localidade conhecida como Mancha Negra. No local ainda foi apreendido 17 quilos da droga já prensada para a venda
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Parte da plantação foi destruída pelos policiais militares

Continua depois da publicidade

Através de informação feita ao Disque-Denúncia, o Grupamento Tático Operacional (GTO) da 14ª Companhia Independente de Polícia Militar (14ª CIPM) encontrou uma plantação com cerca de 12 mil pés de maconha na zona rural do município de Tomé-Açu, no nordeste do Pará. Um homem foi preso e um adolescente foi apreendido durante a ação realizada no último sábado (29).

Segundo a PM, a denúncia dava conta da existência de uma plantação de maconha na comunidade Mancha Negra, que atraía intenso fluxo de motocicletas, situação que estaria ocorrendo há cerca de três meses. Ainda de acordo com a denúncia, a droga era comercializada nas comunidades próximas e na cidade de Tomé-Açu.

As equipes policiais foram até a área e encontraram a plantação de maconha tipo skunk. Ainda durante as diligências, a equipe apreendeu 17 tabletes de maconha prensada somando 17 quilos; sacos com sementes da mesma droga; duas prensas artesanais; uma espingarda calibre 28; uma máquina trituradora e outros materiais relacionados ao cultivo e preparo da erva para a venda.

A plantação era cultivada na área conhecida como Mancha Negra

Parte da plantação foi incinerada, conforme prevê o artigo 32 da Lei de Drogas (Lei 11.343), e uma pequena porção foi apresentada na Delegacia de Polícia Civil de Tomé-Açu, junto com os demais materiais encontrados, além do homem e do adolescente encontrados no local.

No local foram apreendidos tabletes prensados da droga e sacos de sementes da erva

Tina DeBord – com informações da PM

Publicidade