PF deflagra operação para investigar pagamentos indevidos do Auxilio Emergencial no Pará

A operação foi realizada, na manhã desta terça-feira (28), em Belém. Os envolvidos no esquema serão indiciados pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Operação “Thesaurus” investiga pagamento indevido de recursos do Auxílio Emergencial no Pará

Continua depois da publicidade

A Polícia Federal (PF) realizou, na manhã desta terça-feira (28), a Operação “Thesaurus”, com o objetivo de investigar a apropriação indevida de recursos destinados ao pagamento do Auxílio Emergencial no Pará. A operação foi realizada em Belém, onde foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão e um de prisão preventiva.

Segundo a PF, as investigações demonstraram que, no período de abril a julho do ano passado, uma agência lotérica solicitou à Caixa Econômica Federal (CEF) altos valores, totalizando em mais de R$ 19 milhões para pagamento de Auxílio Emergencial, contudo não prestou contas do valor recebido. Ao todo, dez policiais federais cumprem, na região metropolitana de Belém, os mandados de busca e apreensão e prisão preventiva, expedidos pela Justiça Federal do Pará.

A Justiça também determinou o bloqueio de bens e valores até o limite de dezenove milhões e cem mil reais. De acordo com a PF, o nome da operação – “Thesaurus”, que em latim significa tesouro, faz alusão à expressiva quantia apropriada, suficiente para pagamento de mais de 30 mil cotas de auxílio emergencial. Os envolvidos no esquema serão indiciados pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro.

Tina DeBord – com informações da PF