Peritos do INSS seguem em greve

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

INSS Parauapebas - Conecta CarajásEmbora os servidores administrativos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tenham retomado suas atividades depois de mais de 80 dias de greve, em Parauapebas, devido à paralisação por parte dos médicos peritos iniciada em setembro, quem procura a agência no Bairro Rio Verde tem sempre sua perícia adiada.

Esse é o caso do operador de máquinas Geovane Sousa, que há mais de quatro meses sofreu um acidente em uma das pernas e tenta agendar uma perícia para garantir seu benefício. “Essa é a terceira vez que venho aqui pra conseguir agendar. Já tive minha perícia agendada em setembro, depois em agosto, e agora devo voltar dia 22 de dezembro”, explica.

De acordo com a Associação Nacional dos Médicos Peritos da Previdência Social (ANMP), a categoria exige efetivação das 30h semanais já existentes na prática, fim da terceirização da perícia, reposição das perdas inflacionárias (27% em dois anos), reformas estruturais da carreira, das normas e do ambiente de trabalho, em especial a segurança dos peritos médicos.

Por decisão da categoria, 30% dos peritos continuarão trabalhando diariamente para atender as agendas prioritárias e minimizar o impacto social da greve. Entramos em contato com a assessoria de comunicação do INSS para saber qual o número de reagendamentos feitos em Parauapebas e a previsão para a normalização do serviço, mas até o fechamento desta matéria não tivemos resposta.