Parauapebas

Parauapebas: Pracinha da Palmares 2 vai ser reformada

Secretaria Municipal de Obras vai gastar R$ 325 mil. Moradores comemoram expectativa de a revitalização poder abrir vagas de trabalho na construção civil.

Nesta segunda-feira (10), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o extrato do contrato celebrado entre a Prefeitura de Parauapebas e a construtora Road Eireli, por meio do qual será feita a revitalização da pracinha da Palmares 2. O custo da obra é de R$ 325 mil, que vão sair do orçamento da Secretaria Municipal de Obras (Semob).

A revitalização da praça era muito aguardada pelos moradores e desde o ano passado a Semob tinha planejado realizar o serviço. O morador Genilson Oliveira, que residente bem próximo à área, diz que a obra deve gerar emprego e movimentar os pequenos comércios da comunidade, que é uma espécie de extensão urbana da cidade de Parauapebas. “Vai ser bom porque a empresa deve pegar trabalhador daqui mesmo da Palmares 2”, comemora o popular.

O núcleo tem atualmente cerca de 3.300 moradores, muitos dos quais se dividem entre a vida no distrito e na zona rural, onde têm chácaras. Para o secretário de Obras, Wanterlor Bandeira, a obra representa a descentralização das ações de sua pasta, priorizando os núcleos populacionais mais afastados do centro da cidade. “A pracinha é uma área de convivência dos moradores e um ponto de encontro para a juventude. Restaurá-la significa garantir cidadania e dignidade à população da comunidade da Palmares 2”, afirma.

Secretaria Municipal de Obras vai gastar R$ 325 mil. Moradores comemoram expectativa de a revitalização poder abrir vagas de trabalho na construção civil.

Nesta segunda-feira (10), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) o extrato do contrato celebrado entre a Prefeitura de Parauapebas e a construtora Road Eireli, por meio do qual será feita a revitalização da pracinha da Palmares 2. O custo da obra é de R$ 325 mil, que vão sair do orçamento da Secretaria Municipal de Obras (Semob).

A revitalização da praça era muito aguardada pelos moradores e desde o ano passado a Semob tinha planejado realizar o serviço. O morador Genilson Oliveira, que residente bem próximo à área, diz que a obra deve gerar emprego e movimentar os pequenos comércios da comunidade, que é uma espécie de extensão urbana da cidade de Parauapebas. “Vai ser bom porque a empresa deve pegar trabalhador daqui mesmo da Palmares 2”, comemora o popular.

O núcleo tem atualmente cerca de 3.300 moradores, muitos dos quais se dividem entre a vida no distrito e na zona rural, onde têm chácaras. Para o secretário de Obras, Wanterlor Bandeira, a obra representa a descentralização das ações de sua pasta, priorizando os núcleos populacionais mais afastados do centro da cidade. “A pracinha é uma área de convivência dos moradores e um ponto de encontro para a juventude. Restaurá-la significa garantir cidadania e dignidade à população da comunidade da Palmares 2”, afirma.

Deixe seu comentário