Parauapebas: penitência renova a fé dos católicos durante a Quaresma

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

otce4Para os católicos, na Quarta Feira de Cinzas inicia o período do ano em que é recomendado se entregar à penitência, jejum, abstinência, caridades e orações. É o tempo da Quaresma e, de acordo com a igreja católica, o período é uma referência aos 40 dias em que Jesus Cristo passou no deserto e antecede a principal festa do Cristianismo, a ressurreição de Jesus Cristo, comemorada no domingo de Páscoa.

Nesse período, muitos fiéis costumam fazer penitência, acreditando que essa é mais uma forma de conversão e aproximação de Deus. A publicitária Jordania Moraes realiza a penitência todos os anos e conta que faz abstinência de carne durante os 40 dias e jejum na quinta e sexta-feira santa, conforme orientação da igreja.

“Jejum é uma forma viva de conversão, se a gente conseguir praticar um pouquinho o que está escrito na bíblia já estaremos mais próximos de Deus e de seu infinito amor”, conta, acrescentando que faz abstinência acompanhada também pela reflexão. “Minha experiência é sempre muito valiosa, porque independente de quaresma eu faço abstinência e acredito que todo sacrifício me aproxima mais de Deus”, afirma Jordania.  

Para a jovem Irenilde Santos, o jejum ajuda na conversão, educa e faz perceber que todas as coisas têm a sua importância, mas nem tudo é fundamental.  Nesta quaresma, ela conta que pretende evitar exageros alimentares.

“Ano passado fiquei sem arroz por 40 dias. Este ano, nada em particular, apenas entender que eu só preciso me alimentar e não me empanturrar de comida. Jejum é um forte início de decisão por Deus. É entender que não só a carne que precisa ser alimentada, mas o espírito também”, declara a jovem.

Na Quarta- Feira de Cinzas, a igreja Católica realiza a missa das cinzas. A celebração é marcada pelo símbolo da cruz feita na testa de todos os cristãos.

Deixe seu comentário

Posts relacionados