Parauapebas: Movimenta Pebas exibe espetáculos de dança da Escola do Grupo Corpo

A partir desta terça-feira (18), o projeto Movimenta Pebas, em parceria com a Escola de Dança Corpo, inicia uma agenda de apresentações. Programação será transmitida pelo canal no Youtube do projeto, patrocinado pela Vale, entre maio e junho
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Uma das apresentações de dança clássica da Escola Grupo Corpo

Continua depois da publicidade

Em programação transmitida de forma virtual, devido à pandemia, o Movimenta Pebas inicia, nesta terça-feira (18), mais uma etapa de apresentações em Parauapebas. O projeto é realizado pela Escola Grupo Corpo, parceira do projeto, que promove três espetáculos virtuais nos meses de maio e junho, disponibilizados gratuitamente pelo canal no Youtube do projeto, que conta com o patrocínio da Vale via Lei de Incentivo à Cultura.

Na abertura da programação, nesta terça-feira, será feita apresentação de dança clássica. Entre 25 e 31 de maio, será a vez da dança contemporânea.

As atividades da etapa se encerram com a apresentação de espetáculo infantil, de 1º a 8 de junho. Os temas das apresentações foram trabalhados durante o ano nas aulas e nas atividades complementares da escola.

Os roteiros, coreografias, cenários, trilhas sonoras, iluminação e figurinos foram desenvolvidos pela direção, equipe de professores e artistas convidados. O espetáculo de dança clássica, baseado no balé Pulcinella (1920), do russo Léonide Massini, usa trechos da trilha sonora original de Igor Stravinski, para fazer uma releitura inspirada na estética da cultura nordestina.

O espetáculo de dança contemporânea “Você tem fome de quê?” aborda o drama da fome em nosso contexto social – o consumismo, os excessos e os vazios, as fomes objetivas e subjetivas. Já o espetáculo infantil traz, inspirado no teatro de bonecos, a visão das crianças sobre o mundo e a vida.

“O Movimenta Pebas mobilizou a classe artística de Parauapebas e a população em torno de diversos campos da arte. Agora, vamos coroar esta etapa do projeto com as apresentações da Escola de Dança do Grupo Corpo. Afinal, arte e cultura são puro movimento”, destacou o coordenador e curador do projeto, Gilberto Scarpa.

Segundo a Vale, o Movimento Pebas é patrocinado pela mineradora desde 2020. O projeto foi adaptado para promover ações também durante a pandemia, oferecendo programação diversificada e totalmente gratuita à população nas áreas de teatro, dança, música, audiovisual e artes plásticas.

O projeto também investe na produção e na capacitação dos artistas locais, impulsionando a rede produtiva da cultura e gerando renda. Em parceria inédita com a Corpo Escola de Dança, do Grupo Corpo, uma das mais renomadas companhias de dança do planeta, o Movimenta Pebas promoveu cursos on-line de balé clássico, dança contemporânea, danças populares brasileiras e história da dança para jovens e adultos, entre julho e novembro de 2020.

Todas as 230 vagas disponibilizadas foram preenchidas. Centenas de internautas também participaram de aulas abertas de dança livres, que foram transmitidas pela plataforma Youtube no ano passado.

O Movimenta Pebas já selecionou, por meio de dois concursos culturais, cinco peças teatrais de curta duração, que estão sendo montadas e gravadas com recursos do projeto, e selecionou, produziu e lançou dez videoclipes com músicas inéditas de compositores de Parauapebas.

O projeto ainda está promovendo, de modo on-line, dois cursos sobre a História do Cinema, uma mostra de curtas-metragens e lançou edital de seleção para o programa de residência artística em artes plásticas, com foco em desenho e pintura.

O Movimenta Pebas tem patrocínio da Vale, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, além da Secretaria Municipal de Cultura de Parauapebas, através do Centro Cultural de Parauapebas (CCP), e Instituto Vivas. Ele é realizado pela Vivas Cultura e Esporte, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura do governo federal.

Por Tina DeBord- com informações da Vale

Publicidade