Parauapebas é um dos 30 municípios que recebem medicamentos pelo aumento de infectados

Azitromicina, hidroxicloroquina e cloroquina adquiridas pelo Estado só podem ser prescritas pelo médico com autorização do paciente
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Parauapebas está entre os 30 municípios que receberão os medicamentos adquiridos pelo Governo do Pará para tratamento de pacientes com sintomas ou diagnosticado com a covid-19 (coronavírus), após apresentarem aumento no número de infectados, de acordo com o monitoramento da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa).

O Estado adquiriu 130.727 mil cápsulas de azitromicina, 90.858 mil de hidroxicloroquina e 114.025 mil de cloroquina, que já estão sendo distribuídas aos municípios do interior. A compra foi feita com recursos do Tesouro Estadual. Segundo a SESPA, os medicamentos fazem parte do protocolo terapêutico do Ministério da Saúde e só podem ser prescritos por médicos. Esses profissionais são obrigados a informar cada paciente, a quem cabe a decisão final do uso ou não, sobre os riscos e efeitos colaterais. A eficácia deste tratamento ainda não é cientificamente comprovada.

Inicialmente, a entrega será feita para os municípios de Altamira, Ananindeua, Bragança, Breves, Castanhal, Cametá, Capanema, Paragominas, Parauapebas, Portel, Porto de Moz, Santo Antônio do Tauá, São Miguel do Guamá, Tailândia, Santa Maria do Pará, Santarém, Muaná, Melgaço, Anajás, Chaves, Soure, Cachoeira do Arari, Cachoeira do Piriá, Salvaterra, Bagre, Ponta de Pedras, Gurupá, Curralinho, São João da Boa Vista e Afuá.

“Definimos essa prioridade enquanto novos medicamentos chegam para garantirmos a distribuição aos 144 municípios. Esses medicamentos também devem ser adquiridos pelas prefeituras e secretarias municipais de saúde, pois todos receberam recursos para isso. Mas não é hora da gente ficar vendo de quem é a responsabilidade. A hora é de salvar vidas, de estarmos todos unidos”, disse o governador Helder. (Com informações da Agência Pará)

Publicidade