Parauapebas: CME conclui mandado de reintegração de posse de forma pacífica

A operação foi realizada em cumprimento a ordem judicial expedida pela 2ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Parauapebas. Cerca de 200 pessoas ocupavam a área
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Área ocupada em Parauapebas foi reintegrada de forma pacífica

Continua depois da publicidade

O Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar do Pará deu cumprimento a um mandado de reintegração de posse em uma área ocupada irregularmente no município de Parauapebas. A operação foi deflagrada nos últimos dias 23 e 24 (quinta e sexta-feira), obedecendo determinação da juíza Eline Salgado Vieira, da 2ª Vara Cível e Empresarial da Comarca de Parauapebas, que expediu o mandado judicial.

De acordo com a PM, para planejamento e execução da ação, a foi designado o tenente-coronel Mauro Prata, subcomandante do CME, assim como a corporação disponibilizou um efetivo de 90 policiais do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque); 1ª Companhia Independente de Missões Especiais (1ª CIME), sediada no município de Marabá, que enviou seis conjuntos da Cavalaria; do Corpo Militar de Saúde (CMS); e do 23º Batalhão, responsável pelo policiamento ostensivo em Parauapebas.

A operação contou, ainda, com agentes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM). Aproximadamente 200 pessoas que ocupavam a área, no momento da chegada da tropa, foram informadas pelo oficial de Justiça da necessidade de deixar o local, em razão da ordem judicial.

Elas chegaram a atear fogo em pneus nas vias de acesso ao terreno, contudo após uma breve negociação entre o comandante da operação e os ocupantes, a ordem foi acatada e as pessoas deixaram a área sem nenhuma ocorrência de conflitos entre as partes. Segundo a PM, os ocupantes receberam apoio para ajudar na mudança dos pertences e dos materiais oriundos da desmontagem dos imóveis.

Tina DeBord- com informações da PM