Pará chega a 156.053 casos positivos e 5.750 mortes por Covid-19; estado diz que estrutura de saúde atende demanda

Nas regiões sul e sudeste, os números desta sexta-feira (31) mostram crescimento em casos positivos e óbitos. Ambas fecham o mês de julho com 51.123 pessoas contaminadas e 882 mortes pela doença
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O Pará apresentou elevação em casos positivos e queda em número de óbitos por covid-19 nesta sexta-feira (31). Nas últimas 24 horas, mais 1.363 pessoas foram diagnosticadas, levando o total de 154.685 para 156.053 contaminados. Ainda foram confirmados mais 22 falecimentos, somando 5.750 fatalidades.

Segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará (Sespa), atualizado às 18h, 141.032 pessoas estão recuperadas.

Os dados da Sespa apontam ainda que os cinco municípios paraenses mais afetados pelo novo coronavírus são Belém, com 16,27% dos casos; Parauapebas, 9,52%; Ananindeua, 3,72%; Marabá, 3,52%; e Cametá, 2,80%.  Belém, Ananindeua, Parauapebas e Cametá apresentaram queda em relação ao dia anterior, enquanto Marabá permaneceu estável.

Em coletiva nesta sexta-feira, o governador Helder Barbalho e o titular da Sespa, delegado Romulo Rodovalho, apresentaram dados sobre a doença no Pará, além da estrutura de saúde criada para atender a demanda causada pela pandemia. O secretário detalhou que os leitos específicos para a covid-19 no estado apresentam, atualmente, uma taxa de ocupação na faixa de 28,95% e 47,39% dos leitos de UTI adulto.

O governador ressaltou que a estrutura criada atende a demanda da população. “Esses números significam que nós ofertamos 1.347 leitos clínicos adultos específicos para a doença no estado e contamos com 957 leitos disponíveis para a população. Isso nos dá a segurança que o sistema público de saúde estadual tem condições de atender a população. O mesmo ocorre com os leitos de UTI, de um total de 595 leitos, contamos com 313 disponíveis,” assegura.

Helder observa que, “mesmo com a redução de leitos de UTI exclusivos para a covid-19, de 722 para 595, por conta da necessidade de retomar as atividades regulares de unidades de saúdes com outro perfil”, o percentual de ocupação chega a menos de 50%.

Acrescenta ainda que esses 127 leitos de UTI passam a reforçar a estrutura de saúde do estado e atender pacientes com outras enfermidades. O governador apresentou números mostrando que, no período de 15 a 29 de julho, foram registrados 22.616 recuperados e 9.278 casos ativos.

“Estamos numa crescente no número de casos recuperados. Nessa última quinzena, a quantidade de casos recuperados se distancia ainda mais dos casos ativos,” destaca Helder.

Sobre o sistema de bandeiramento, o coordenador do Programa Retoma Pará, Adler Silveira, frisou que o estabelecimento das cores para cada região de regulação do estado leva em consideração a convergência de dados em relação à taxa de contaminação e a capacidade do sistema de saúde. Por isso, com estrutura levada às regiões, o bandeiramento está mudando.

“Na região do Araguaia, que tínhamos risco alto, após a inauguração do Hospital Regional, quando entregamos 48 leitos, sendo 12 leitos de UTI, à população, de acordo com os critérios de bandeiramento, o risco se tornou médio. No Marajó Ocidental e regiões nordeste e do Carajás, de acordo com a pesquisa epidemiológica, que nos trouxe uma imunidade acima de 20% nessas regiões, também estão no bandeiramento amarelo, com risco intermediário,” informa. “E as demais regiões, seguem com o bandeiramento laranja,” completa Adler, observando que essas sinalizações são sugestões do estado para que os municípios possam tomar as suas decisões.

“Nas últimas semanas, a Região do Tapajós estava no risco vermelho. Nós inauguramos um hospital em Itaituba, viemos do risco alto para médio. Região do Xingu também estava vermelho, entregamos o Hospital de Campanha em Altamira. Reforçamos a saúde e seguimos avançando no bandeiramento,” complementou Helder Barbalho.

O governador, no entanto, alertou que os avanços não podem representar uma mensagem de normalidade. “As pessoas não podem pensar que vivemos um libera geral. O governo orienta, mas cada cidadão é dono dos seus atos. Orientamos, sugerimos, recomendamos, mas cada um age conforme a sua consciência. Precisamos evitar exposição desnecessária e cumprir as medidas de prevenção e protocolos de segurança,” aconselhou.

Região Sul e Sudeste do Pará

As regiões sul e sudeste tiveram crescimento em casos positivos e óbitos por covid-19 nesta sexta-feira. De acordo com os boletins epidemiológicos municipais, atualizados até as 21h, foram registrados 746 novos casos e 12 fatalidades nas últimas 24 horas. Com os novos números, as duas regiões totalizam 51.123 pessoas contaminadas e 882 fatalidades pela doença.

Parauapebas registrou crescimento em casos positivos, com a confirmação de 285 novos diagnósticos. Com isso, a capital do minério chega 18.787 casos, não tendo sido registrado óbito nas últimas 24 horas. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), do total de casos positivos, 9.365 pessoas estão curadas e 149 vieram a falecer.

O município de Canaã dos Carajás chegou a 2.636 casos confirmados para o novo coronavírus desde o início da pandemia, com 24 pessoas testando positivo nesta sexta-feira. Todas as novas confirmações se encontram em isolamento domiciliar, enquanto seis pessoas seguem internadas nas redes pública e privada.

Ao todo, 1.562 pessoas conseguiram se recuperar da doença e 35 vieram a óbito. Um total de 1.040 pessoas, entre casos confirmados e aquelas com sintomas gripais, estão em isolamento domiciliar, monitorados pelas equipes de saúde.

Marabá confirmou mais 20 casos de covid-19, totalizando 5.763 diagnósticos positivos. Apesar de não terem sido confirmados óbitos nesta sexta-feira, dados da Sespa apontam o registro de dois falecimentos no município, totalizando 162.

Do número total de pessoas contaminadas, 5.494 estão recuperadas e 160 vieram a falecer. Atualmente, 84 pessoas estão realizando tratamento em domicílio e nove estão internadas em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Ocorrência de óbitos nas regiões

Nesta sexta-feira, as regiões sul e sudeste tiveram elevação de fatalidades por covid-19, com óbitos registrados em Rio Maria (4), Marabá (2), Santana do Araguaia (1), Paragominas (1), Rondon do Pará (1), Novo Repartimento (1), Água Azul do Norte (1) e Xinguara (1). Os óbitos de Marabá e Novo Repartimento foram confirmados por dados da Sespa. 

Os cinco municípios com maior letalidade são Marabá, com 162 mortes, Parauapebas (149), Tucuruí (102), Paragominas (95) e Canaã dos Carajás (35). 

Confira abaixo os números divulgados pelos municípios:

Parauapebas

  • 18.787 casos confirmados
  • 9.365 recuperados
  • 149 óbitos

Marabá

  • 5.763 casos confirmados
  • 5.494 recuperados
  • 162 óbitos

Canaã dos Carajás 

  • 2.636 casos confirmados
  • 1.562 recuperados
  • 35 óbitos

Paragominas 

  • 2.353 casos confirmados
  • 2.205 recuperados
  • 95 óbitos

Ourilândia do Norte

  • 2.276 casos confirmados
  • 1.930 recuperados
  • 07 óbitos

Redenção

  • 2.237 casos confirmados
  • 1.497 recuperados
  • 31 óbitos

Tucumã

  • 2.065 casos confirmados
  • 1.526 recuperados
  • 22 óbitos

Xinguara

  • 1.785 casos confirmados
  • 1.108 recuperados
  • 25 óbitos

Tucuruí

  • 1.401 casos confirmados
  • 932 recuperados
  • 102 óbitos

São Félix do Xingu

  • 1.279 casos confirmados
  • 890 recuperados
  • 13 óbitos

Curionópolis

  • 975 casos confirmados
  • 933 recuperados
  • 13 óbitos

Dom Eliseu

  • 793 casos confirmados
  • 646 recuperados
  • 09 óbitos

Ulianópolis

  • 729 casos confirmados
  • 666 recuperados
  • 14 óbitos

Jacundá

  • 718 casos confirmados
  • 618 recuperados
  • 13 óbitos

Rio Maria

  • 695 casos confirmados
  • 612 recuperados
  • 09 óbitos

Conceição do Araguaia

  • 649 casos confirmados
  • 450 recuperados
  • 08 óbitos

Cumaru do Norte

  • 524 casos confirmados
  • 485 recuperados
  • 04 óbitos

São Domingos do Araguaia

  • 523 casos confirmados
  • 488 recuperados
  • 08 óbitos

São Geraldo do Araguaia

  • 457 casos confirmados
  • 418 recuperados
  • 14 óbitos

Santana do Araguaia

  • 435 casos confirmados
  • 217 recuperados
  • 08 óbitos

Água Azul do Norte

  • 408 casos confirmados
  • 275 recuperados
  • 02 óbito

Rondon do Pará

  • 353 casos confirmados
  • 283 recuperados
  • 26 óbitos

Novo Repartimento

  • 339 casos confirmados
  • 286 recuperados
  • 24 óbitos

Itupiranga

  • 324 casos confirmados
  • 226 recuperados
  • 17 óbitos

Breu Branco 

  • 272 casos confirmados
  • 244 recuperados
  • 20 óbitos

Nova Ipixuna

  • 255 casos confirmados
  • 211 recuperados
  • 08 óbitos

Eldorado do Carajás

  • 225 casos confirmados
  • 93 recuperados
  • 07 óbitos

Bom Jesus do Tocantins

  • 200 casos confirmados
  • 161 recuperados
  • 01 óbito

Santa Maria das Barreiras

  • 187 casos confirmados
  • 123 recuperados
  • 05 óbitos

Piçarra

  • 180 casos confirmados
  • 132 recuperados
  • 01 óbito

Sapucaia

  • 165 casos confirmados
  • 116 recuperados
  • 03 óbitos

Goianésia do Pará

  • 154 casos confirmados
  • 130 recuperados
  • 11 óbitos

Floresta do Araguaia

  • 154 casos confirmados
  • 87 recuperados
  • 03 óbito

Abel Figueiredo

  • 151 casos confirmados
  • 111 recuperados
  • 01 óbito

Pau D’Arco

  • 137 casos confirmados
  • 95 recuperados
  • 04 óbitos

Bannach

  • 107 casos confirmados
  • 103 recuperados
  • 02 óbitos

Palestina do Pará

  • 93 casos confirmados
  • 85 recuperados
  • 02 óbitos

Brejo Grande do Araguaia

  • 93 casos confirmados
  • 71 recuperados
  • 01 óbito

São João do Araguaia

  • 22 casos confirmados
  • 14 recuperados
  • 03 óbitos

Por Tina Santos

Publicidade