Padre dirige bêbado, mata ciclista e acaba preso pela polícia no Pará

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Padre confessou que havia passado a noite bebendo cerveja com amigos. Ele não prestou socorro à vítima após acidente

O DIA

Pará – O padre Jeorge Miranda Gomes, de 37 anos, foi preso no município de Santa Maria do Pará (PA), nesta segunda-feira, suspeito de dirigir alcoolizado e atropelar um ciclista. A vítima, identificada como José Hilton das Neves Conceição, de 52 anos, não resistiu e morreu no local. De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), o padre não prestou socorro à vítima.

Veículo apresentava marcas de colisão no para-brisa, capô, para-choque e para-lama dianteiro

Após o atropelamento, o padre tentou fugir, mas foi preso pela PRF. O veículo, que pertencia a Arquidiocese de Bragança, apresentava marcas de colisão no para-brisa, capô, para-choque e para-lama dianteiro.

Quando foi abordado pela polícia, o homem teria dito que era repórter da TV Nazaré, mas depois confessou ser padre da diocese do município de Bragança e tomava conta da Paróquia de São Miguel do Guamá.

A Polícia Rodoviária afirmou que o condutor apresentava visíveis sinais de embriaguez. O padre acabou admitindo que havia passado a noite bebendo cerveja na casa de amigos em Castanhal. Ele foi preso e encaminhado para a delegacia da Polícia Civil em Castanhal.

Relacionados