Padrasto preso em Uruará suspeito de estuprar criança de 5 anos de idade

A criança passou a apresentar comportamento diferente, a família desconfiou e levou o caso à Polícia Civil
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil, em Uruará, sudoeste paraense, prendeu um homem acusado de estupro de vulnerável, identificado apenas pelo apelido de “Mazinho”, 45 anos, padrasto da vítima de 5 anos de idade. Exames periciais são conduzidos pelo IML de Altamira.

O delegado da cidade, Rafael Impilizieri da Silveira, explicou que a investigação policial teve início a partir de denúncia de familiares, que perceberam comportamento anormal da criança, de 5 anos de idade.

De acordo com os fatos apurados no inquérito policial, o crime ocorreu no início deste ano. “E, segundo relatos da vítima contados a uma psicóloga que atendeu ao caso, os abusos teriam ocorrido mais de uma vez, sendo o último praticado no mês de abril deste ano”, noticiou o blog Gazeta de Uruará.

A Polícia Civil não informou o nome do suspeito, que morava com a mãe da vítima, na zona rural do município, na região conhecida como Travessão Km 165 sul. Os detalhes do inquérito também não foram divulgados, para preservas a pequena vítima.

A prisão de Mazinho ocorreu na tarde de sexta-feira (26), após autorização da Justiça, que decretou a prisão preventiva do suspeito. A PC levantou informações sobre o paradeiro de “Mazinho” e uma equipe de plantão diligenciou para cumprir o mandado. Segundo a equipe policial, o suspeito não esboçou reação ao ser preso na residência onde mora com a mulher.

(Antonio Barroso)

Publicidade