PA-150: com a palavra o governador Jatene

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Hoje, o estado da rodovia PA-150 e de suas pontes é lastimável e mostra o total desinteresse do atual governador com a população do sul e sudeste paraense. Enquanto bilhões de reais em empréstimos são usados para satisfação da Região Metropolitana de Belém, nenhum investimento aqui no sul do Pará. Uma vergonha!!!

Situação da PA-150, que liga a capital Belém ao sul do Pará, em um trecho no município de Nova Ipixuna. Marabá/Pa,Brasil-24/02 / 2011.
Foto: Antonio Cícero/Fotoarena

Denominada rodovia Paulo Fontelles, a PA-150 liga os municípios de Goianésia a Marabá. Começa no entroncamento da PA-475 com a PA-263, e passa pelos municípios de Goianésia do Pará, Jacundá, Nova Ipixuna até chegar em Marabá.  A rodovia possui 432 Km de extensão, com 51 pontes e foi construída para facilitar o escoamento da produção do sul, sudeste e nordeste do Pará, através do porto de Vila do Conde, integrando todos os municípios por onde passa e adjacências.

Perigo nas estradas do Pará

A rodovia PA-150 foi construída e inaugurada na gestão de Jader barbalho e por muito tempo foi considerada a estrada-tronco do Pará porque formou um importante eixo de integração com outras rodovias, como a BR-155/BR-158 (Marabá/Redenção/Santana do Araguaia), na divisa com o estado do Mato Grosso; BR-222 (Marabá/Dom Eliseu), no entroncamento com a BR-010 (Belém-Brasília); e a BR-153 (Marabá a São Geraldo do Araguaia), na divisa com o Tocantins.

Fotos: Antônio Cícero

Publicidade

Posts relacionados