Operação “Festas Seguras” já mandou 131 para a cadeia no Pará; Paragominas lidera as ocorrências

A operação, iniciada no começo de dezembro, visa coibir a criminalidade nesse período de grande movimento nos centros comerciais das cidades por conta das festividades de Natal e Ano Novo
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Operação “Festa Seguras” já prendeu, entre 11 e 22 de dezembro, 131 pessoas. Também nesse período, 209 mandados foram cumpridos. A operação seque até o início de janeiro em todo o estado.

Segundo a Polícia Civil, as equipes da Diretoria de Polícia do Interior efetuaram 97 prisões, entre elas, uma no município de Novo Repartimento, cujo homem tinha um mandado de prisão em aberto pelo crime de homicídio, que ocorreu em março do ano passado. 

No dia 18 de dezembro, em Chaves, no Marajó, a Polícia Civil deu cumprimento ao mandado de recaptura de outro suspeito que responde pelo crime de homicídio. Paragominas foi a cidade onde mais prisões foram realizadas no interior do estado.

“Os levantamentos de informações sobre os investigados iniciaram no dia 4 de dezembro. Já no dia 11, as nossas equipes, de todo o Estado, começaram a dar cumprimento as prisões referentes às investigações realizadas. Durante este trabalho de apuração, detectamos que cinco alvos já estavam mortos”, explicou o delegado-geral Walter Resende.

Segundo Resende, as ações seguem visando garantir a população mais segurança nas festividades de fim de ano. “Seguiremos firmes com o propósito de tornar as festas de final de ano mais seguras com a retirada das pessoas que estão em conflito com a lei das ruas”, destacou o delegado.

A operação também conta com as ações da Diretoria de Polícia Especializada (DPE), Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), Diretoria Estadual de Combate a Crimes Cibernéticos (DECC) e Núcleo de Inteligência Policial (NIP). (Tina Santos)

Publicidade