Novo presídio de Redenção amplia 306 vagas no sistema carcerário do sul Pará

A nova casa prisional, inaugurada ontem (16), tem 38 celas, cada uma com capacidade para alojar oito detentos, e custou R$ 11,5 milhões
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
O novo presídio tem 306 celas e conta ainda com espaços de assistência à saúde e ao ensino

Continua depois da publicidade

Inaugurado ontem (16), pelo governador Helder Barbalho, o novo presídio de Redenção, no sul do Pará, tem capacidade para abrigar 306 detentos. A nova casa penal foi construída ao lado do antigo Centro Regional de Recuperação (CRR), às margens da Rodovia BR-155.

A nova carceragem tem 38 celas, cada uma com capacidade para alojar oito presos. Além disso, a estrutura da nova unidade tem mais duas vagas em celas individuais para Pessoas com Deficiência (PcD) com divisão em módulos.

A casa penal conta ainda com espaços de assistência à saúde e ensino. O espaço tem cerca de 2.680 m² de área construída e custou R$ 11,5 milhões aos sofres públicos.

De acordo com o governo do estado, a cadeia pública combina alta segurança e atenção à humanização e à ressocialização dos custodiados. O local segue os padrões de segurança estabelecidos pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

A obra, iniciada em 2015, com investimento inicial de R$ 6.729.500,13, é resultado de convênio entre a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (SEAP) e o Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). Durante a solenidade, o governador Helder Barbalho destacou que a questão da segurança pública é uma prioridade em seu governo. “Hoje estamos mostramos que segurança é uma prioridade. Com essa entrega, eliminamos o problema da superlotação aqui na região. Estamos garantindo condições de ressocialização e, também, segurança para quem trabalha”, pontuou o governador, que inaugura a sexta casa penal da sua gestão

(Tina Santos).