Novo diretor assume a 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas

Delegado Élcio de Deus concedeu entrevista ao Blog do Zé Dudu, onde destaca a importante parceria entre a população e a Polícia Civil no combate ao crime
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Élcio Fidélis de Deus, 44 anos, que atuava havia mais de um ano na 21ª Seccional de Marabá, assumiu ontem (6) a diretoria da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas. Ele conversou com a Reportagem do Blog do Zé Dudu e fez uma avaliação do município em relação à criminalidade. De acordo com a autoridade policial é preciso conhecer a cidade para, então, entender a necessidade de trabalho a ser aplicado.

“Em verdade, quando a gente chega à cidade, sente o clima, cada cidade tem seu perfil e sempre leva um tempo para sentir o clima da região. Apesar de conhecer as demandas do município pelo meio jornalístico, você sentir a cidade na delegacia é um pouco diferente. Mas, logo iremos conhecer quais os maiores problemas que Parauapebas enfrenta”, disse o novo diretor.

Segundo avaliação dele, a equipe da 20ª Seccional é comprometida para elucidar os crimes que afetam a cidade, salientando e que os profissionais que hoje compõem a delegacia são muito dinâmicos. O diretor aproveitou para falar dos casos registrados no início do mês e que assustaram a população.

“Em relação a esses homicídios, a Polícia Civil montou uma força-tarefa. A gente está com um número grande de policiais aqui na cidade em razão desses crimes para assim esclarecer esses fatos. Elucidando esses crimes a gente parte para outras demandas da cidade na área da Segurança Pública”, reforçou Élcio de Deus.

O delegado destacou ainda o importante trabalho da Polícia Civil em parceria com a população e afirma que isso tem gerado resultados positivos nas investigações, que acabam nas prisões de criminosos “graças a denúncias feitas pela comunidade o que tem contribuído com trabalho das forças de Segurança Pública”.

“Esse trabalho em parceria com a comunidade é essencial. Então, é importante que as pessoas tragam as informações de qualquer crime até a polícia. Às vezes as pessoas não querem aparecer, não querem se comprometer. Mas a gente tem ferramentas disponíveis para poder ajudar, como o disque-denúncia, por exemplo, onde você pode fazer a denúncia anonimamente; ou procurando um policial de sua confiança para realizar a denúncia”, destacou o novo diretor da 20ª Seccional de Polícia Civil de Parauapebas.

ATUALIZAÇÃO

Em coletiva na manhã desta quarta-feira (8), o superintendente regional de Polícia Civil do Sudeste do Pará, delegado Thiago Carneiro Rodrigues, fez uma retrospectiva da ação da força-tarefa que chegou a Parauapebas na segunda-feira (6), a fim de elucidar a série de execuções que aconteceram na primeira semana do ano na cidade.

Confirmou a prisão de Jefferson Martins Bessa, 29 anos, o “Jegue”; e de Tiago Gomes Costa Nascimento, o “Catatau”, e, acrescentou à lista de crimes já divulgados cometidos pela dupla, o assassinato de Jeová dos Santos Pimenta, em dezembro do ano passado, em um lava a jato do Bairro Altamira; e a execução de Tayrom Lima Oliveira, 19 anos, no último domingo (5), no Bairro Alto da Boa Vista, o que eleva para cinco o número de homicídios cometidos pela dupla, aos quais se somam três tentativas de assassinato.

(Caetano Silva)

Relacionados