Motorista atropela e mata uma manifestante do MST ao tentar furar bloqueio na BR-155. (Atualizado)

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Trabalhadores do MST bloqueiam a BR-155 no ParáDesde o último domingo manifestantes do Movimento dos Sem Terras (MST) interditam a rodovia BR-155, que liga os municípios de Redenção e Marabá, no trecho próximo a Fazenda Peruana. Os manifestantes reivindicam agilidade nas desapropriações no Pará e exigem posicionamento do Incra no que pese às áreas supostamente devolutas que estão sob a posse de fazendeiros da região, além de cestas básicas para os ali assentados.

CaminhãoHoje (12) pela manhã um motorista de caminhão com placa de Belo Horizonte, provavelmente achando tratar-se de um assalto,  tentou furar o bloqueio feito pelos manifestantes na rodovia e acabou atropelando a manifestante “sem terra” Maria P. dos Santos, de 59 anos, que morava no acampamento Santa Maria, próximo ao local do acidente. A manifestante faleceu no local.

Logo após o ocorrido, os manifestantes prenderam o motorista. Ele está de posse de um grupo do MST no interior do acampamento Santa Maria e é ameaçado de morte a todo momento. Revoltados, os manifestantes saquearam a carga e tentaram incendiar o caminhão.

Trabalhadores do MST bloqueiam a BR-155 no Pará

Segundo informações, a Polícia Militar já se deslocou para o local na tentativa de resolver a situação.A pista continuará interditada por tempo indeterminado e já há uma fila de aproximadamente 10 km e cerca de 500 pessoas estão no local. 

Fotos: Antônio Cícero

Relacionados