Morre no Hospital Regional de Redenção médico de Xinguara vítima de Covid-19

O profissional de saúde, que era cirurgião geral, é a segunda vítima da doença no município de Xinguara
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Xinguara, no sudeste do Pará, confirmou na manhã de hoje, sexta-feira, 8 de maio, a morte do médico Alex Ribeiro Bello, de 53 anos, vítima de Covid-19. O médico estava internado há 19 dias no Hospital Regional de Redenção, no sul do Estado, onde faleceu.

Natural do Rio de Janeiro, o médico era cirurgião geral e estava trabalhando há um ano na rede pública de saúde de Xinguara. Além de Xinguara, ele também trabalhava em outros municípios da região.

Segundo informações, antes de ser diagnosticado com a Covid-19, ele fez atendimentos nos municípios de Água Azul do Norte e São Félix do Xingu. Foi em São Félix do Xingu que ele se sentiu mal.

Ao voltar para Xinguara, ele procurou atendimento na UPA da cidade. Como seu estado de saúde inspirava cuidados, ele foi transferido para o Hospital Regional de Redenção, onde foi confirmado que ele estava acometido da Covid-19.

Após a Secretaria de Saúde confirmar a morte do médico, a Prefeitura do Município divulgou nota de pesar, lamentando a morte do cirurgião, que é o segundo caso de óbito de morador do município pela doença. Segundo o Boletim Epidemiológico divulgado na tarde de ontem, quinta-feira, 6, Xingara teve mais três casos positivos de Covid-19, elevando para 19 o número de infectados no município.

Os três novos casos são três mulheres, de 31, 32 e 38 anos. Elas não relataram viagem para fora de Xinguara, o que reforça a transmissão comunitária constatada pelo Comitê Epidemiológico. As três estão em isolamento domiciliar.

Dos 19 casos confirmados de Covid-19, oito estão recuperados, um em isolamento hospitalar, sete em isolamento domiciliar e dois internados na UTI do Hospital Regional de Redenção, em estado grave.

Um deles era o médico Alex Bello, que veio a óbito hoje, somando duas mortes em Xinguara. Fora isso, as equipes do Comitê Epidemiológico monitoram ainda 46 pessoas. Os monitorados são aqueles que tiveram alguma ligação com casos confirmados de Covid-19.

Publicidade