“Monstro do Caldo” abusava da própria filha de 11 anos na cidade de Tucuruí

Ele se aproveitava da ausência da madrasta da menina, que trabalha à noite, de quarta-feira a domingo, e violentava a garota desde que ela tinha nove anos de idade
Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on print

Continua depois da publicidade

Está preso na 15º Seccional Urbana de Tucuruí, à disposição da Justiça, Ivamar Ferreira Lima, conhecido como “Irmão do Caldo”. O homem foi denunciado pela companheira após perceber graves hematomas no pescoço de sua enteada, uma menina de 11 anos de idade. Uma operação da Delegacia Especializada ao Atendimento da Criança e ao Adolescente de Tucuruí (Deaca), subordinada à 9ª Superintendência de Polícia Civil do Lago, efetuou a prisão do acusado.

A denúncia chegou ao conhecido da Deaca no dia 9 passado, pala madrasta da criança. A mulher disse à delegada Moema Sarmento que, no início do mês, percebeu que sua enteada apresentava um hematoma na região do pescoço, característico a uma forte fricção bucal. Interpelada sobre o que teria causado o hematoma, a criança detalhou os crimes de abusos sexuais cometidos pelo próprio pai há mais de dois anos.

“Irmão do Caldo” planejava minuciosamente os abusos. Nas noites de quarta-feira a domingo, quando sua companheira estava no trabalho, ele aproveitava para praticar a violência sexual contra a menina, que, ameaçada de morte, não contava os horrores infligidos pelo pai.

“Com base em todas essas evidências, que consideraram os exames, o relato da madrasta e o depoimento da criança, a Polícia Civil representou pela medida protetiva em favor da vítima, assim como representou um pedido de prisão preventiva do acusado. Com o deferimento de ambos os pedidos, os policiais da Deaca cumpriram a prisão, e Ivamar se encontra à disposição da Justiça.”, relatou a delegada. “Irmão do Caldo” foi preso na tarde de terça-feira, 10, no Conjunto Cohab, pelo crime de estupro de vulnerável.

(Antonio Barroso)

Publicidade

Posts relacionados