MD, partido já nasceu fraco no Pará

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

imageO vice-governador do Pará, Helenilson Pontes, vai se filiar ao PSD nos próximos dias. Com a fusão do PPS, atual partido de Helenilson, com o PMN quando foi formado o MD (Mobilização Democrática), abriu-se uma brecha jurídica para que aconteça a mudança. Helenilson, inclusive, já deve chegar ao novo partido assumindo a presidência do mesmo, já que o atual presidente, Sergio Leão está de malas prontas para assumir vaga no TCM em setembro por conta da aposentadoria da conselheira Rosa Hage.

Helenilson é um dos convidados para o aniversário do vereador parauapebense Charles Borges Segundo (PSD), que acontece no próximo dia 04 em Parauapebas.

João Salame
O prefeito de Marabá, João Salame, também deve deixar o PPS nos próximos dias. A aterrissagem de Salame deve acontecer no PDT de Giovanni Queiroz.

Publicidade

Posts relacionados