Marabá: Discussão em área de tráfico termina em assassinato

Um casal de lésbicas, usuárias de drogas, estava discutindo em uma zona de tráfico, quando um conhecido delas tentou intervir e foi assassinado a facadas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Foram presas em flagrante, Renata Ferreira Campos, de 39 anos, e Juliana Martins de Souza, de 23, acusadas de envolvimento no assassinato de Matheus de Torres Quintanilha, de 2. O assassinato aconteceu ontem (2), na Folha 34 (Nova Marabá), uma área onde grassa o tráfico de drogas.

A Polícia Militar tomou conhecimento do homicídio por meio do Núcleo Integrado de Operações (NIOP-190) sobre um esfaqueamento ocorrido no local, tendo como vítima Matheus Quintanilha. De imediato uma guarnição foi até o local, onde após características repassadas por populares, obteve êxito na captura de duas acusadas de praticar o crime, sendo Renata Ferreira e Juliana Martins.

Segundo informações da PM, uma das acusadas, Renata Ferreira relatou que houve uma discussão entre ela e sua namorada Julia, a outra acusada, quando a vítima Matheus tentou interferir, momento em que Julia lhe desferiu um golpe de faca, que matou a vítima. A acusada ainda se desfez da arma utilizada no crime jogando em um terreno baldio.

Diante das informações, a guarnição da Polícia Militar conseguiu recuperar a faca usada no crime, após buscas feitas no local. Diante da situação foi preservado o local do crime juntamente com outra viatura que chegou pouco tempo depois.

Após os procedimentos do Instituto Médico Legal (IML), as duas acusadas juntamente com a arma utilizada no crime foram apresentadas na 21 Seccional Urbana de Polícia Civil.

Publicidade