Marabá: Brigadistas do HRSP participam de capacitação para ação rápida e eficaz em emergências

Foram capacitados 58 profissionais com treinamentos de primeiros socorros, salvamentos, atividades de prevenção e combate a incêndio e catástrofes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Os brigadistas participam de simulação de situação real de sinistros

Continua depois da publicidade

Os brigadistas que atuam no Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, participaram de um curso de capacitação, que foi realizado nos últimos dias 4 e 5. O objetivo foi capacitar os profissionais para agir de maneira rápida e eficaz em emergências.

A iniciativa capacitou 58 brigadistas com treinamentos de primeiros socorros, salvamentos, atividades de prevenção e combate a incêndio e catástrofes. Esse tipo de treinamento é realizado periodicamente na instituição, onde os brigadista participam de simulações de situações reais, que podem ser enfrentadas no hospital, por meio de aulas práticas e teóricas.

De acordo com a engenheira de Segurança do Trabalho do HRSP, Segundo Joline Rodrigues, a capacitação dos brigadistas é promovida regularmente. “Temos uma preocupação constante em oferecer a segurança necessária a todos os nossos pacientes e colaboradores. Por isso, realizamos capacitações periódicas para nossos brigadistas, além da manutenção regular adequada de nossa estrutura predial e de todo o sistema de prevenção a incêndios”, explicou Joline.

Com 15 anos de existência, o HRSP possui sistema de combate a incêndio com extintores, pontos de hidrantes, placas de iluminação e sinalização nos corredores, além de alarmes sonoros, visuais e saídas de emergência. Função exercida nas instituições por funcionários voluntários, os brigadistas são profissionais que passam por treinamentos constantes e que têm como principal objetivo preservar a vida.

Na legislação, é a Norma Regulamentadora nº 23, conhecida como NR-23, que determina as funções dos brigadistas. Há três anos atuando como brigadista no Hospital Regional, a assistente administrativa, Juliana Miranda, diz que se sentir orgulhosa dessa profissão por poder trabalhar em prol da segurança do outro.

“Ser uma brigadista desperta em mim um espírito de solidariedade, coragem e amor ao próximo. Me sinto muito honrada por poder contribuir com a segurança do nosso hospital”, frisou Juliana

O Hospital Regional do Sudeste do Pará é referência para mais de 1 milhão de pessoas de 22 municípios da região. A unidade, que pertence ao governo do estado e é gerenciada pela entidade filantrópica Pró-Saúde, presta atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Tina DeBord- com informações da Ascom/HRSP