Mano Menezes não é mais o técnico da seleção brasileira de futebol. Substituto será anunciado em janeiro

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Treino da Seleção Brasileira

Mesmo após o título do Superclássico das Américas conquistado na última quarta-feira, diante da Argentina, em Buenos Aires, o técnico Mano Menezes foi demitido do comando da seleção brasileira. A informação foi confirmada pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol) por meio de uma nota oficial na tarde desta sexta-feira. 

“Achava que o Mano vinha bem e assumi isso publicamente, mas entendo os critérios [do presidente da CBF] e entendo a hierarquia. Ele está sendo corajoso, quer novos projetos e novos métodos para a próxima temporada. O novo técnico será anunciado em janeiro”, afirmou o diretor de seleções da confederação, Andrés Sanchez, em entrevista coletiva.

Mano dirigiu a equipe principal em 33 jogos desde 2010, quando assumiu a seleção após o fracasso de Dunga da Copa do Mundo na África do Sul. Neste período foram 21 vitórias, com seis derrotas e outros seis empates – aproveitamento de 69,7% dos pontos.

Pela seleção olímpica foram seis partidas nos Jogos de Londres, com cinco vitórias e apenas uma derrota, justamente na final contra o México, que custou a inédita medalha de ouro para o País.

O mais cotado para assumir o Brasil é Luiz Felipe Scolari, pentacampeão do mundo em 2002 e que foi demitido do Palmeiras neste ano. Além dele, Muricy Ramalho, do Santos, e Tite, do Corinthians, são outros nomes fortes. Porém, a nova comissão só deve ser anunciada no começo de janeiro de 2013.

Confira abaixo a nota da CBF:
O presidente da CBF, José Maria Marin, nesta tarde, após reunião com o diretor de Seleções, Andrés Sanchez, resolveu dissolver toda a comissão técnica da Seleção Brasileira de Futebol.

A nova comissão técnica será anunciada no mês de janeiro.

Emerson Ávila continua como técnico da Seleção Sub-20. O novo técnico da Seleção Feminina de futebol será o senhor Márcio Oliveira.

Fonte: Último Segundo – Foto – Antônio Cícero