Maioria do STF absolve Dirceu e mais 7 por formação de quadrilha. Joaquim Barbosa sofre derrota

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Reviravolta no julgamento do mensalão com votos dos novos ministros, Zavascki e Barroso, livra do regime fechado o núcleo petista formado por Dirceu, Delúbio e Genoíno

O Supremo Tribunal Federal (STF) absolveu o ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu, o ex-presidente do PT José Genoíno, o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares e mais cinco réus do crime de formação de quadrilha no mensalão. Na prática, a reviravolta significa a maior derrota do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, desde o início do julgamento. Ainda faltam os votos de outros quatro ministros, mas dificilmente o resultado de hoje será alterado.

Em 2012, os réus haviam sido condenados por 6 votos a 4 por esse tipo de delito, mas eles conseguiram reverter a condenação por meio dos embargos infringentes, recurso que possibilitou um novo julgamento. Como se imaginava desde o início deste ano, foram decisivos os votos dos ministros Luís Roberto Barroso e Teori Zavascki, os dois que não participaram da fase inicial do julgamento, no segundo semestre de 2012.

Zavascki e Barroso acompanharam os votos dos ministros Ricardo Lewandowski, Dias Tóffoli, Rosa Weber e Cármen Lúcia.

Posts relacionados